Future of Money

Chegou a hora: halving do bitcoin ocorre nesta sexta; saiba o detalhes

Halving do bitcoin deve acontecer na noite desta sexta-feira, 19; acompanhe a contagem regressiva para o evento que irá cortar a emissão da criptomoeda pela metade

 (Reprodução/Reprodução)

(Reprodução/Reprodução)

Mariana Maria Silva
Mariana Maria Silva

Repórter do Future of Money

Publicado em 19 de abril de 2024 às 21h19.

Última atualização em 19 de abril de 2024 às 21h19.

Tudo sobreBitcoin
Saiba mais

O quarto halving do bitcoin aconteceu na noite desta sexta-feira, 19. O “evento do ano” do bitcoin e muito aguardado por investidores e especialistas deve cortar a emissão da principal criptomoeda do mercado pela metade. De acordo com um site de dados em blockchain, o halving aconteceu por volta de 21h15 no horário de Brasília.

O que é o halving do bitcoin?

Programado para ocorrer apenas uma vez a cada quatro anos, o halving do bitcoin é responsável por cortar pela metade as recompensas de mineradores da criptomoeda. Consequentemente, isso reduz pela metade a emissão de novas moedas, tornando o bitcoin cada vez mais escasso.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Criado há pouco mais de uma década por uma figura anônima chamada Satoshi Nakamoto, o bitcoin tem sua escassez programada. Além do halving, a criptomoeda ainda possui um suprimento máximo de 21 milhões de unidades, das quais mais de 19 milhões já foram mineradas.

Comparada com o ouro por diversos especialistas e até mesmo Larry Fink, CEO da BlackRock, a criptomoeda viu seu preço se multiplicar mais de 1,4 milhão de vezes desde 2010.

Entre investidores e especialistas, criou-se a crença de que o halving ajudou a impulsionar altas significativas do bitcoin para novas máximas, no entanto, alguns especialistas já apontam que isso pode ser uma “coincidência”:

  • Primeiro halving (2008): o preço do bitcoin era de US$ 13 na data do halving. No ano seguinte, o ativo subiu para US$ 1.152;
  • Segundo halving (2016): o preço do bitcoin era US$ 664 e subiu para US$ 17.760;
  • Terceiro halving (2020): o preço do bitcoin era US$ 9.734 e subiu para US$ 67.549.

Atualmente, especialistas ouvidos pela EXAME se dividem entre o otimismo e a cautela. O halving não possui uma data e horário específicos, já que é programado para ocorrer a cada 210 mil blocos na rede, o que leva em torno de quatro anos para acontecer.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Acompanhe tudo sobre:BitcoinCriptomoedasCriptoativosMineração de bitcoin

Mais de Future of Money

Após 10 anos "adormecidos", R$ 300 milhões em bitcoin são movimentados pela 1ª vez

Adoção do Yuan Digital na China enfrenta dificuldades apesar de esforços do governo

Mark Cuban diz que Biden pode perder eleição nos EUA graças à postura da SEC sobre cripto

Runes vê declínio em atividade em menos de 1 mês após estreia no Bitcoin

Mais na Exame