Bitcoin supera Amex em volume de transações em 2021, aponta relatório

Criptomoeda alcançou a marca de US$ 3 trilhões movimentados ao longo de 2021, mais do que o triplo do ano anterior; volume da Amex foi de US$ 1,28 trilhão
A Amex reportou um volume de transação de 1,28 trilhão de dólares, 25% mais do que em 2020, mas mesmo assim acabou superada pelo bitcoin (adamdodd/Getty Images)
A Amex reportou um volume de transação de 1,28 trilhão de dólares, 25% mais do que em 2020, mas mesmo assim acabou superada pelo bitcoin (adamdodd/Getty Images)
G
Gabriel MarquesPublicado em 31/01/2022 às 17:57.

Segundo dados da NYDIG, empresa de investimentos em criptoativos que é subsidiária da Sonte Ridge Asset Management, o bitcoin superou a American Express em volume de transações no ano de 2021. A criptomoeda movimentou mais de 3 trilhões de dólares, segundo a empresa, mais que o triplo do volume do ano anterior.

“O bitcoin pulou para a terceira posição no nosso ranking, através de um significativo aumento nos volumes transação”, aponta o relatório que coloca o bitcoin atrás somente das bandeiras Visa e Mastercard na métrica em questão - a primeira movimentou 13,5 trilhões de dólares e a segunda, 7,7 trilhões. “Esse crescimento no volume [de transações], apesar de não ser igual todos os anos, cresceu em ritmo frenético quando olhamos para taxas de crescimento de cinco anos”, completou a NYDIG.

A Amex reportou um volume de transação de 1,28 trilhão de dólares no ano passado, registrando um aumento de quase 25% em comparação com 2020, mas o movimento foi eclipsado pelo bitcoin, que praticamente dobra seu volume de transação a cada ano, embora não de forma constante. Para efeitos de comparação, apenas seis anos atrás o volume reportado de negociações em bitcoin foi de 97 bilhões de dólares, apenas 3,2% do número mais recente.

A Visa, campeã em volumes de transação, também colabora para as movimentações com bitcoin, já que, através de parcerias com empresas do universo cripto e blockchain, a empresa permite o uso de cartões vinculados a contas em criptomoedas. Segundo dados da empresa, apenas no último trimestre fiscal de 2021, foram movimentados 2,5 bilhões de dólares em criptomoedas com cartões Visa, o equivalente a 70% do total de transações da empresa com ativos digitais ao longo do ano.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube | Telegram | Tik Tok