Acompanhe:

O bitcoin disparou nesta segunda-feira, 12, e superou a marca dos US$ 50 mil pela primeira vez desde 2021, quando a criptomoeda iniciou um ciclo de alta que culminou no preço recorde de US$ 69 mil. Após um 2022 de queda, o ativo voltou a se recuperar em 2023 e valorizou mais de 150%, mantendo a trajetória de alta nos primeiros meses deste ano.

Dados da plataforma CoinGecko apontam que o preço do bitcoin é cotado em US$ 50.113, acumulando uma valorização de 3,5% nas últimas 24 horas. Nos últimos sete dias, a alta é ainda maior, de 17,7%. O bom desempenho do ativo também puxa as outras criptomoedas para cima. O ether, por exemplo, subiu 6,4% nas últimas 24 horas, cotado a US$ 2.669.

A nova disparada do bitcoin é atribuída principalmente à manutenção do bom desempenho dos ETFs da criptomoeda, que foram lançados em 11 de janeiro e tem recebido bilhões de dólares de investidores nas últimas semanas, com destaque para os fundos lançados pelas gigantes Fidelity e BlackRock, maior gestora de ativos do mundo.

Ao mesmo tempo, o ETF da Grayscale foi o grande fator de queda para a criptomoeda nas últimas semanas, já que o fundo acumulou um forte fluxo de saídas após receber a autorização da SEC para ser convertido em um ETF. O produto perdeu mais de US$ 1 bilhão em investimentos, precisando realizar uma venda equivalente de unidades da criptomoeda, derrubando o preço.

Nos últimos dias, porém, o fluxo de saída de investidores caiu, enquanto o fluxo de entrada nos ETFs restantes se manteve, trazendo um otimismo para o mercado. A demanda pelos fundos também resulta em uma demanda maior pelo bitcoin, ajudando na valorização da criptomoeda.

Outro elemento que contribui para a disparada da criptomoedas nos últimos dias é o feriado do Ano Novo Chinês, que ocorreu em 10 de fevereiro. O período já é conhecido no mercado por resultar em altas no preço de diversos ativos, incluindo o bitcoin, e o mesmo ocorre em 2024.

O novo cenário positivo coincide ainda com a expectativa dos investidores para o chamado halving do bitcoin, quando a quantidade do ativo enviada como recompensa para mineradores cai pela metade. O novo halving está previsto para abril, e a redução na oferta da criptomoeda pode resultar em uma valorização no preço, caso a demanda se mantenha ou aumente.

Sabia que você pode investir em Bitcoin, ether, Polkadot e muitas outras moedas digitais direto no app da Mynt? Comece com R$ 100 e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Clique aqui para abrir sua conta gratuitamente.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Gestora diz que bitcoin é "ativo mais negligenciado do mundo" e vai subir para US$ 148 mil
Future of Money

Gestora diz que bitcoin é "ativo mais negligenciado do mundo" e vai subir para US$ 148 mil

Há 3 horas

Donald Trump diz que "muitas pessoas estão abraçando o bitcoin" e defende regulação
Future of Money

Donald Trump diz que "muitas pessoas estão abraçando o bitcoin" e defende regulação

Há 4 horas

Criptomoeda dispara 67% em um dia: ainda vale a pena investir em UNI?
Future of Money

Criptomoeda dispara 67% em um dia: ainda vale a pena investir em UNI?

Há 6 horas

Em US$ 51 mil, bitcoin deve subir e “qualquer queda agora é apenas correção”, diz analista
Future of Money

Em US$ 51 mil, bitcoin deve subir e “qualquer queda agora é apenas correção”, diz analista

Há 7 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais