Future of Money

Bancos centrais devem revisar o modelo de negócios e abraçar as CBDCs, afirma membro do BCE

O presidente do Bundesbank, Joachim Nagel, instou os bancos centrais a renovar seus modelos de negócios e adotar moedas digitais durante a Cúpula de Inovação do BIS

Sede do Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt, na Alemanha 26/04/2018 REUTERS/ (Kai Pfaffenbach/Reuters)

Sede do Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt, na Alemanha 26/04/2018 REUTERS/ (Kai Pfaffenbach/Reuters)

Cointelegraph
Cointelegraph

Agência de notícias

Publicado em 7 de maio de 2024 às 11h39.

O futuro dos bancos centrais depende de uma revisão de seu modelo de negócios e da adoção rápida de moedas digitais emitidas por bancos centrais (CBDCs), disse Joachim Nagel, presidente do Bundesbank e membro do Banco Central Europeu (BCE).

Nagel teria alertado sobre a incerteza em torno dos bancos centrais durante uma sessão de painel no Innovation Summit, organizado pelo Banco de Compensações Internacionais, em 6 de maio.

  • O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

“Se você me tivesse perguntado há 20 anos se o modelo de negócios do banco central era ‘destrutível’ ou não, eu teria dito que não,” ele teria declarado em Basel, Suíça. Nagel continuou:

“Agora eu não tenho tanta certeza — e é por isso que estamos aqui. Precisamos trabalhar em nosso modelo de negócios. E a DLT é apenas um meio, um instrumento que poderia nos ajudar a chegar a esse ponto.”

O chefe do Bundesbank enfatizou a importância de integrar a tecnologia de registro distribuído à medida que o dinheiro físico perde seu apelo. “Precisamos acelerar tudo isso [...]. Se parte do seu produto principal está perdendo atratividade, então você tem que pensar em um novo produto principal,” declarou Nagel.

O membro francês do BCE, Francois Villeroy de Galhau, também discutiu bancos centrais e tecnologias emergentes. Mais cedo durante a conferência do BIS, Galhau teria sugerido que os bancos considerassem o uso de moedas digitais para transações tanto no atacado quanto no varejo:

“A forma como disponibilizamos o dinheiro do banco central deve ser adequada ao século 21 para garantir que o dinheiro do banco central mantenha seu papel fundamental: esse papel não é ser o meio dominante de pagamento, mas um âncora de estabilidade para o sistema financeiro. É por isso que acredito que, mais cedo ou mais tarde, precisaremos de uma moeda digital do banco central para fins de atacado e varejo.”

O BCE está atualmente desenvolvendo uma versão digital do euro, tendo concluído sua fase de investigação para determinar seu design e detalhes técnicos. O BCE espera concluir o projeto até outubro de 2025.

O JEITO FÁCIL E SEGURO DE INVESTIR EM CRYPTO. Na Mynt você negocia em poucos cliques e com a segurança de uma empresa BTG Pactual. Compre as maiores cryptos do mundo em minutos direto pelo app. Clique aqui para abrir sua conta gratuita.

Siga o Future of Money nas redes sociais: Instagram | Twitter | YouTube Telegram | Tik Tok  

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:CriptoativosBCE

Mais de Future of Money

Ingressos tokenizados: como funcionam e como podem combater golpes e pirataria no setor?

Kamala Harris pode ser 'muito mais receptiva' às criptomoedas que Biden, diz Mark Cuban

Presidente do Banco Central quer "superapp" de finanças integrado com inteligência artificial

Ferrari anuncia que vai aceitar pagamentos em criptomoedas na Europa

Mais na Exame