Esporte

NFL no Brasil: primeiro jogo será entre Packers e Eagles; veja como assistir

O confronto entre as equipes será o primeiro da NFL na América do Sul, na primeira rodada da temporada 2024/2025

NFL no Brasil: veja como acompanhar a partida (Mike Ehrmann/Getty Images)

NFL no Brasil: veja como acompanhar a partida (Mike Ehrmann/Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 10 de abril de 2024 às 14h12.

Última atualização em 10 de abril de 2024 às 15h10.

Tudo sobreFutebol americano
Saiba mais

A chegada na NLF no Brasil já vem em grande estilo. Nesta quarta-feira, 10, o Philadelphia Eagles conheceu seu adversário, o Green Bay Packers, no jogo que será disputado em São Paulo. O anúncio do confronto foi feito pelo vice-presidente sênior da NFL Internacional, Gerrit Meier, em coletiva de imprensa com a prefeitura de São Paulo.

A partida não será tranquila para os Eagles: a equipe da Philadelphia, que tem no currículo somente um título (2017), enfrenta os tetracampeões do Superbowl, que partem rumo à quinta vitória na NFL.

O jogo será disputado no estádio do Corinthians, a Neo Química Arena. Essa não só é a primeira partida da NLF na América do Sul, que marca o início da temporada 2024/2025, como também será a primeira em uma sexta-feira à noite nos últimos 50 anos.

"O confronto entre Green Bay Packers e o Philadelphia Eagles é um momento extremamente emocionante para a cidade de São Paulo. Essas duas franquias certamente farão um jogo histórico, trazendo grande visibilidade global para nossa cidade e colaborando em nossos esforços de gerar empregos e impacto econômico", disse o prefeito da capital paulista, Ricardo Nunes.

Quando será o jogo da NFL no Brasil?

O confronto entre os Eagles e os Packers acontece no dia 6 de setembro, um dia depois da abertura oficial da temporada, na Neo Química Arena. A liga ainda não confirmou o horário da partida.

Como comprar ingressos para o jogo da NFL em São Paulo?

A venda dos ingressos ainda não começou, mas será anunciada no site oficial da partida. É possível marcar interesse, preenchendo um cadastro com nome, sobrenome e e-mail.

Popularização da NFL no Brasil

Inúmeras ações foram realizadas nas plataformas, assistir aos jogos, principalmente as edições do sempre espetacular Super Bowl, foram se tornando hábito no Brasil, associando o esporte ao convívio social. Consequentemente, a base de fãs ia aumentando. Para colaborar ainda mais no processo, Effect Sport e NFL promoveram a vinda de grandes nomes da modalidade ao país. Em 2019, Russel Wilson vive dias especiais no Rio de Janeiro, curte o Carnaval na Sapucaí e profetiza: "Temos de trazer um jogo da NFL para o Brasil".

A pandemia de covid-19 pegou o mundo de surpresa, mas acabou potencializando o cenário digital, e com a NFL Brasil não foi diferente. Ações nas redes sociais como "Copa das Torcidas" promoveu interações na casa dos milhões. O caos começou a passar, a vida a voltar ao normal e a liga no país seguia crescendo. Em 2021, mais dois canais dedicados aos fãs brasileiros foram lançados: o YouTube e o TikTok. E seriam esses os mais bem-sucedidos em tempo recorde.

Antes disso, em 2022, foi o perfil do Instagram que fez história: alcançou 500 mil seguidores, o primeiro a superar a marca entre todos os mercados internacionais da NFL. Em janeiro daquele ano, a Effect Sport deu mais um passo importante no mercado: intermediou a volta da liga à TV aberta no Brasil, em acordo com a RedeTV! para exibição do Super Bowl. "Naquele momento, entendemos que seria fundamental posicionar a NFL a novos fãs, e a TV aberta se provou ter sido uma ótima escolha, complementando o excelente trabalho que a ESPN faz há muitos anos", explica o executivo. A emissora ficou satisfeita com os resultados e estendeu o contrato para a temporada seguinte.

Acompanhe tudo sobre:Futebol americanoCorinthians

Mais de Esporte

Messi pode quebrar novos recordes pela Argentina na Copa América 2024; entenda

Flamengo x Bahia: onde assistir, horário e escalações pelo Brasileirão

Palmeiras x RB Bragantino: onde assistir, horário e escalações pelo Brasileirão

Mais na Exame