Esporte

Anderson Silva e Chael Sonnen reeditam no boxe o duelo que entra para o Hall da Fama do UFC

Evento acontece neste final de semana, em São Paulo, e o americano fez a promessa de que trapaceará para finalmente vencer o brasileiro

Lutador Anderson Silva (	Buda Mendes /Getty Images)

Lutador Anderson Silva ( Buda Mendes /Getty Images)

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 13 de junho de 2024 às 11h57.

Última atualização em 13 de junho de 2024 às 12h40.

Anderson Silva, um dos maiores nomes da história dos esportes de combate, estará em ação novamente neste sábado, 15, em São Paulo, para um duelo final diante de seu maior adversário da carreira, o americano Chael Sonnen.

A rivalidade é tão grande entre os dois que o primeiro confronto desta trilogia, vencido pelo brasileiro nos últimos minutos, após um domínio completo do oponente, entrará para o Hall da Fama do UFC no final deste mês, em cerimônia marcada para Las Vegas.

Agora, o embate não será nas artes marciais mistas (MMA), mas, sim, no boxe. O evento, restrito apenas para convidados de uma marca de cerveja, organizadora da noite, terá transmissão ao vivo da TV Globo, do SporTV e do Canal Combate.

Sempre polêmico, Sonnen afirmou em seu programa na ESPN americana que trapaceará para vencer Silva, após as duas derrotas que ficaram marcadas neste confronto. Após um evento do UFC, Dana White foi perguntado em quem ele apostaria para essa luta e o mandatário da maior organização de MMA do planeta cravou que no boxe vai com Anderson.

“Eu respeito o Dana, mas o que ele não sabe é que vou trapacear”, disparou o lutador, conhecido por sua forte luta agarrada, em tom de brincadeira. Anderson Silva não vai pagar para ver e respondeu a declaração chamando o rival de “maluco” e que espera de tudo desde a encarada.

Se hoje os ânimos estão mais controlados, em 2010, véspera do primeiro confronto entre os dois, o cenário era o oposto. Chael elevou a sua provocação citando as condições precárias do Brasil, algo que mexeu com Anderson. Na revanche, em 2012, o então campeão tentou agredir o desafiante com o seu ombro durante a encarada.

“Os dois personagens souberam capitalizar em cima dos episódios. Estrelaram comerciais juntos e agora escrevem mais um capítulo desta clássica rivalidade, que também deve trazer ótimos retornos financeiros, a transmissão do evento na Globo ajuda muito”, destaca Fábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports, agência de marketing esportivo.

Anderson Silva tem um cartel de três vitórias e duas derrotas como boxeador, derrotou nomes importantes como Júlio César Chávez Jr. e Tito Ortiz, mas perdeu para o ex-youtuber Jake Paul. Chael Sonnen estreia como profissional no boxe. Também devido a isso, as principais plataformas de apostas esportivas consultadas no país, como BETesporte, Reals, Esportes da Sorte, Galerabet, Bet7k, Casa de Apostas, Odds&Scouts e Onabet, o Spider tem um enorme favoritismo, e uma vitória de Chael paga quatro vezes mais.

A luta está programada para cinco rounds de 2 minutos cada um, com luvas de 14 onças e o peso a ser batido é 98 kg, considerado casado, pois não pertence a nenhuma categoria oficial. A encarada entre os dois aconteceu na quarta-feira, na Praça da Baleia, também em São Paulo.

“Esporte é entretenimento e acredito que o próximo passo é gerar engajamento com o público. Vejo como uma ativação totalmente descontraída e leve, diferentemente de quando os dois dividiram o palco pela última vez. O grande desafio mesmo ao patrocinar eventos assim é extrair o máximo de conexão com todos que assistem ou estejam presentes. Será uma grande noite, despedida de um grande ídolo nacional em solo brasileiro”, projeta Renê Salviano, CEO da Heatmap e especialista em marketing esportivo.

Além do combate principal entre as estrelas da noite, o evento traz outros duelos interessantes. O que mais chama a atenção é o confronto entre os medalhistas olímpicos Esquiva Falcão e Hebert Conceição. Esquiva, medalha de prata em Londres-2012, possui o cartel profissional de 30 vitórias e uma derrota. Já Hebert, campeão olímpico em Tóquio-2020, está invicto na carreira, com cinco triunfos. Kalyl Silva, filho do Spider, também está escalado para atuar e possui um cartel de duas vitórias e nenhuma derrota.

Acompanhe tudo sobre:UFCAnderson Silva

Mais de Esporte

Atlético-MG x Vasco: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Cuiabá x Fluminense: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Grêmio x Vitória: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Juventude x São Paulo: onde assistir e horário pelo Brasileirão

Mais na Exame