ESG

MOVER lança plataforma de empregos e capacitações para pessoas negras

Plataforma com foco em profissionais pretos e pardos reunirá as vagas abertas nas 50 empresas signatárias do Movimento pela Equidade Racial de forma gratuita

Fernando Soares (à esq.), gerente de projetos do MOVER: "O vão na educação e nas competências, sem capacitações específicas, torna a população negra menos competitiva em uma vaga de emprego" (MOVER/Divulgação)

Fernando Soares (à esq.), gerente de projetos do MOVER: "O vão na educação e nas competências, sem capacitações específicas, torna a população negra menos competitiva em uma vaga de emprego" (MOVER/Divulgação)

Letícia Ozório
Letícia Ozório

Repórter de ESG

Publicado em 20 de maio de 2024 às 07h00.

Última atualização em 27 de maio de 2024 às 14h05.

O Movimento pela Equidade Racial - Mover lança nesta terça-feira, 21, a Mover Talentos, plataforma de empregos e capacitação profissional focada em profissionais pretos e pardos. A expectativa é de aumentar a diversidade racial no meio corporativo ao conectar trabalhadores em busca de oportunidades às vagas abertas nas 50 grandes empresas que fazem parte da coalização.

De acordo com Fernando Soares, gerente de projetos do Mover, os inscritos na plataforma poderão, de forma gratuita, participar de cursos online de competências pedidas pelo mercado de trabalho. Nas áreas técnicas estarão disponíveis formações como Microsoft Excel e AutoCAD, de desenho técnico. Outras capacitações focam nas habilidades interpessoais, como a preparação para entrevistas de emprego e liderança.

O gerente explica que a desigualdade de acesso à educação para pessoas negras no Brasil é uma das motivações para fornecer as capacitações gratuitas na plataforma. “A última PNAD Contínua de Educação em 2023 mostra que menos da metade da população negra no Brasil terminou o ensino médio. Esse vão na educação e nas competências, sem capacitações específicas, torna a população negra menos competitiva em uma vaga de emprego”, conta. A plataforma quer corrigir essa distorção.

As oportunidades disponíveis nas empresas parceiras do Mover são publicadas automaticamente na plataforma, o que, de acordo com Soares, já é um dos benefícios para os candidatos da Mover Talentos. “Ela já consegue ver em um único lugar as vagas abertas em 50 grandes empresas do Brasil. A gente ajuda a garantir o match entre essas companhias e o candidato, agora capacitado para aquela vaga”, conta.

Outro ponto positivo, de acordo com o gerente, é que as 50 empresas signatárias do Movimento pela Equidade Racial já apresentam trabalhos consistentes para promover a diversidade racial. A pessoa negra que se inscreve na vaga já participa do processo seletivo sabendo que há um esforço da companhia para garantir a inclusão e a equidade internamente.

Como funciona

O algoritmo da plataforma utiliza um buscador para que os inscritos pesquisem as vagas disponíveis em seu setor. Do lado das empresas, o mesmo buscador também serve para refinar as buscas por talentos. “A gente ouvia muito das empresas que a principal dificuldade para contratar pessoas negras era encontrar os candidatos. Agora as equipes de recrutamento e seleção podem buscar profissionais de qualquer área e encontrar um candidato diverso para isso”, conta Soares.

O site também conta com dois sistemas de inteligência artificial que estão disponíveis nos chats de atendimento aos candidatos. O objetivo é que o sistema tire dúvidas comuns de quem busca uma recolocação, como técnicas para formatar um currículo ou como contextualizar sua trajetória profissional em uma entrevista de emprego.

A ferramenta está desenvolvendo um novo modelo de trilha de conhecimento, que propõe que as empresas associadas tenham seus próprios cursos. Assim, quem busca uma oportunidade já passa pelos treinamentos que são desejados para aquela posição e que se alinham à cultura da empresa. “Isso agregada mais valor ao processo seletivo, que se torna também um ambiente de aprendizado. Sendo aprovado ou não, o candidato sai com essa nova habilidade”, conta Soares.

Um “não” à competição

Por não ter apelo comercial — sem cobrar assinaturas nem da empresa contratante, nem para os candidatos —, a Mover Talentos não busca uma competição com outras plataformas de empregos e recrutamento. Inclusive, estar em mais de uma delas pode ser bom para todas as partes. “Nosso objetivo não é ser a plataforma mais forte, mas ajudar que as pessoas consigam seus trabalhos dos sonhos ou que empreendam com mais chances de sucesso. Se tiver plataformas A, B, C, é melhor que estejam em todas, e que as capacitações da Mover Talentos ajudem a ter um perfil mais competitivo nelas”, explica o gerente.

O diferencial em relação com outros sites de recrutamento, no entanto, é o recorte racial, presente desde o início da formulação da plataforma, e que não é um requisito em outras plataformas de emprego. “Quando o Mover coloca em contato pessoas negras e as empresas parceiras, promovemos uma conexão entre profissionais pretos e pardos a uma capacitação diferenciada e companhias que olham para a diversidade como uma potência”, explica o gerente de projetos.

A iniciativa se une às metas instituídas pelo Mover: garantir que 10 mil posições de lideranças sejam ocupadas por pessoas negras até 2030 e gerar 3 milhões de ações de impacto, como em capacitações, incentivando a entrada dessa população no mercado de trabalho ou por meio do apoio a empreendedores negros, ação realizada pelo Mover Negócios, área que integra o guarda-chuva da coalização.

No ano passado, em parceria com o EF Education First, o Mover disponibilizou mais de 30 mil vagas em um curso de inglês gratuito, com mais de 2 mil horas de conteúdo assíncrono para pessoas negras. Do total, 17 mil foram voltadas para não-membros de empresas da coalizão.

Para 2024, a empresa busca estruturar ainda mais bolsas de estudo. Fernando Soares afirma que, com as capacitações, o profissional negro pode disputar em pé de igualdade com trabalhadores não-negros, mesmo em vagas que não são afirmativas. Para ele, as parcerias do Mover ainda garantem uma inclusão de grupos diversos no dia a dia.

“A vantagem de estar no Mover é a troca de aprendizados entre empresas de diferentes realidades. Ao invés de partir do 0, a empresa iniciante já começa com o conhecimento do que funcionou ou não em outras companhias. Por exemplo, mo último fórum que tivemos com líderes, as empresas mais avançadas apresentaram seus programas de mentoria reversa: profissionais negros eram os mentores dos líderes das empresas, que podiam aprender sobre as desigualdades que essa população vive”, explica.

O lançamento do Mover Talentos acontece no dia 21, às 17h, na Universidade Zumbi dos Palmares, na região central de São Paulo. Após o evento, a plataforma ficará disponível por meio deste link.

Acompanhe tudo sobre:Equidade racialvagas-de-empregocursos-onlineDiversidade

Mais de ESG

Pesquisa mostra que empresas de bens de consumo fazem análises ESG, mas não rastreiam todo o risco

As soluções da Suvinil para transformar a tinta em um negócio cada vez mais sustentável

Bill Gates quer investir 'bilhões de dólares' em energia nuclear; entenda o motivo

Empresas apostam na bioeconomia como modelo de desenvolvimento

Mais na Exame