Tudo sobre Eleições 2022: Qual a diferença entre o voto em branco e o voto nulo?

Entenda finalmente o que difere ambos os votos
Voto nulo: muitos ainda acreditam que ele é capaz anular uma eleição, mas isso é apenas um mito (Elza Fiúza/Agência Brasil/Agência Brasil)
Voto nulo: muitos ainda acreditam que ele é capaz anular uma eleição, mas isso é apenas um mito (Elza Fiúza/Agência Brasil/Agência Brasil)
Roberto Bodetti
Roberto BodettiPublicado em 09/09/2022 às 16:51.

Uma das dúvidas mais comuns do eleitorado brasileiro é sobre as diferenças entre o voto nulo e o voto em branco. Além disso, outro questionamento constante é sobre o propósito desses dois votos e se eles têm qualquer tipo de efeito nas eleições.

Muitas vezes o eleitor se sente confuso, uma vez que existe um botão na urna eletrônica dedicado ao voto em branco, mas não existe um para o nulo.

Outros dois problemas constantes são a crença de que o voto em branco é contabilizado para um dos candidatos, o que está errado, e de que se uma certa quantidade de votos forem nulos as eleições são anuladas, o que também não é verdade. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), assim como o voto nulo, o voto em branco também não altera o resultado final das eleições.

Afinal, qual a diferença entre votos nulos e brancos?

A maior diferença entre o voto em branco e o voto nulo é a representatividade que cada um tem. Enquanto o voto branco mostra a indecisão do eleitor para escolher um dos candidatos, o voto nulo representa o descontentamento do eleitor para com o processo eleitoral ou com os candidatos.

Ambos os votos não são contabilizados e consequentemente não alteram em nada o resultado final das eleições e existem apenas para fins estatísticos. Vale lembrar que ambos são contabilizados separadamente na contagem de votos.

Quando surgiu o voto nulo?

O voto nulo não era considerado um voto válido até a Constituição de 1988, antes desse período ele já existia, mas não era contabilizado e era apenas um "voto de protesto"

Para maiores dúvidas sobre o processo eleitoral, o TSE conta com FAQ, atendimento via WhatsApp e contato com as ouvidorias regionais.

VEJA MAIS: