Exame logo 55 anos
Remy Sharp
Acompanhe:

Tudo sobre Eleições 2022: O que acontece se a maioria dos votos forem nulos?

Muitas pessoas ainda acreditam que uma certa quantidade de votos nulos pode invalidar uma eleição; entenda

Modo escuro

Continua após a publicidade
Voto nulo: No segundo turno de 2018, 8,6 milhões de brasileiros se (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Voto nulo: No segundo turno de 2018, 8,6 milhões de brasileiros se (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

R
Roberto Bodetti

Publicado em 19 de setembro de 2022 às, 17h01.

O voto nulo é um direito do eleitor brasileiro regularizado na Constituição de 1988 e que garante à população uma possibilidade de se abster do seu voto de maneira formal, mostrando descontentamento com os candidatos presentes ou para com o processo eleitoral como um todo.

Porém, ainda restam dúvidas e mitos sobre o voto nulo, e talvez a crença mais recorrente é de que uma quantidade certa de votos nulos irá realmente anular as eleições, mas esta é uma informação falsa. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), não há quantidade alguma de votos nulos que consigam cancelar um pleito, mesmo que eles sejam a maioria, ou seja, mais de 50%.

Entenda como surgiu o boato

Não é possível rastrear uma data exata para o surgimento da crença de que os votos nulos podem anular uma eleição, mas a origem deste boato se da por conta de um artigo presente no Código Eleitoral que é interpretado de maneira errada por diversas pessoas.

O artigo em questão é o 244 e segue da seguinte forma:

Art. 224. Se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, julgar-se-ão prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 (vinte) a 40 (quarenta) dias. (Jusbrasil, 2022.)

O que muitos eleitores pensam quando leem este trecho é que a nulidade a qual ele se refere é a um número de votos nulos, porém isso está errado.

O TSE afirma que a nulidade citada no Artigo 244 é referente à uma possibilidade de fraude no processo eleitoral, que caso confirmada anularia o pleito e convocaria novas eleições.

Sendo assim, os votos nulos não são capazes de anular uma eleição, independente de sua quantidade. O voto nulo segue sendo uma opção válida para o eleitor brasileiro, que é contabilizada pelo TSE, mas que não altera em nada o resultado final das eleições.

Para mais dúvidas sobre o processo eleitoral, o TSE conta com o seu FAQ, um canal de atendimento por WhatsApp e as ouvidorias regionais

Últimas Notícias

Ver mais
Eleições 2022 presidente: Lula fica em primeiro no MA

Eleições

Eleições 2022 presidente: Lula fica em primeiro no MA

Há um ano

Bolsonaro faz campanha em Minas Gerais e destaca números do emprego

Eleições

Bolsonaro faz campanha em Minas Gerais e destaca números do emprego

Há um ano

Apuração no MA: veja em tempo real quem está ganhando a eleição no Maranhão

Brasil

Apuração no MA: veja em tempo real quem está ganhando a eleição no Maranhão

Há um ano

Mais de 1,2 milhão de pessoas com deficiência vão às urnas em outubro

Brasil

Mais de 1,2 milhão de pessoas com deficiência vão às urnas em outubro

Há um ano

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Lead Energy quer reduzir R$ 1 bi na conta de luz dos brasileiros até 2027

Lead Energy quer reduzir R$ 1 bi na conta de luz dos brasileiros até 2027

Ceará deve se tornar um dos maiores produtores do combustível do futuro

Ceará deve se tornar um dos maiores produtores do combustível do futuro

“O número de ciberataques tem crescido 20% ao ano”, diz a Huawei

“O número de ciberataques tem crescido 20% ao ano”, diz a Huawei

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

“A geração de energia caminha lado a lado com o desenvolvimento econômico”, diz Paulo Câmara

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais