Unica prevê fechar safra 2016/17 com 605 mi t de cana processada

União registrou um processamento de 1 milhão de toneladas na segunda quinzena de fevereiro

São Paulo - A moagem de cana do centro-sul do Brasil deve começar a acelerar em março, já em preparação para o início oficial da nova safra, em 1º de abril, e permitir que a temporada 2016/17 termine com um volume processado de 605 milhões de toneladas, estimou nesta sexta-feira a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

A Unica registrou um processamento de 1 milhão de toneladas na segunda quinzena de fevereiro, atingindo um acumulado nos 11 primeiros meses da temporada de 595,8 milhões de toneladas. Para atingir a previsão, a moagem média das duas quinzenas de março deveria ser de aproximadamente 4,6 milhões de toneladas.

"Para a primeira quinzena de março o volume processado de cana deve sofrer influências de condições climáticas adversas a colheita, mas nos 15 dias finais do mês, indica um clima mais favorável mantendo a previsão de que a moagem final atinja 605 milhões de toneladas", disse a Unica, em um relatório.

No início da temporada, em abril de 2016, a Unica projetou moagem no intervalo de 605 milhões a 630 milhões de toneladas.

Posteriormente, em novembro, chegou a dizer que o volume ficaria abaixo do limite inferior da previsão, devido a um clima menos favorável aos canaviais.

Na temporada entre abril de 2015 e março de 2016, o centro-sul produziu 617,7 milhões de toneladas de cana, maior volume da história.

Os primeiros meses do ano são de entressafra no centro-sul, devido ao clima mais chuvoso, que impede a moagem e por manutenção de maquinário. Mas algumas usinas já começam a reativar as equipes no mês de março.

A Unica registrou 11 usinas em atividade no centro-sul na segunda metade de fevereiro, sendo que três unidades estavam retomando atividades.

"Para próxima quinzena (primeira de março), a perspectiva é de que mais 35 usinas retomem o processamento", disse a entidade, em seu relatório.

Açúcar e etanol

A produção de açúcar totalizou 19,63 mil toneladas na segunda metade de fevereiro, ante cerca de 9 mil na quinzena anterior e 13 mil um ano antes.

Já o volume produzido de etanol atingiu 68,11 milhões de litros, ante 64 milhões na primeira quinzena de fevereiro e 70 milhões um ano antes.

Com esse resultado, a produção acumulada de açúcar alcançou 35,29 milhões de toneladas na temporada, enquanto a fabricação de etanol totalizou 25,16 bilhões de litros.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.