Reforma administrativa é vacina contra populismo irresponsável, diz Doria

Presidente Jair Bolsonaro prometeu enviar proposta ao Congresso na próxima quinta-feira, 3. Governador já mandou para a Assembleia projeto de reforma em SP

Grande entusiasta da reforma administrativa, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), defendeu o envio da proposta ao Congresso Nacional, prometida pelo presidente Jair Bolsonaro para a próxima quinta-feira, 3.

"Nós consideramos de fundamental importância que este projeto seja apresentado ao Congresso e debatido pelos parlamentares. O Brasil pós-pandemia precisa da reforma administrativa e da reforma tributária. A vacina contra o populismo irresponsável é a reforma administrativa", disse Doria em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes nesta quarta-feira, 2.

O governador de São Paulo fez um balanço das medidas adotadas por ele no sentido da reforma, como o envio de uma proposta, em agosto, à Assembleia Legislativa. Chamada de "modernização administrativa", Doria disse que a reforma estadual vai garantir reequilíbrio fiscal, a manutenção de serviços públicos e atrair investimentos.

"Estamos retomando as obras da linha 6-Laranja do Metrô, graças a uma Parceria Público-Privada. Obras que ajudam na mobilidade e na logística do Brasil, com rodovias, ferrovias, metrô, hidrovia e aeroportos. Todos serão colocados em mãos privadas ao longo dos próximos meses", anunciou Doria.

Reforma administrativa

Após o presidente Jair Bolsonaro anunciar o envio da reforma administrativa ao Congresso ainda esta semana, o ministro Paulo Guedes (Economia) afirmou que a proposta é “importante” e a decisão busca passar uma sinalização positiva para o futuro. Assim como Bolsonaro, ele ressaltou que a reforma não atinge os atuais servidores

Pelo que foi divulgado, a ideia era propor menores salários de entrada no serviço público e colocar “mais degraus” para a ascensão nas carreiras do funcionalismo, cuja escada hoje chegaria ao topo rápido demais.

Além disso, novos concursados devem ter mais exigências de tempo e qualidade do serviço antes de conquistarem estabilidade nos cargos.

(Com Estadão Conteúdo)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.