Economia

PMI final de indústria dos EUA encerra 2020 na máxima em 6 anos

O IHS Markit informou que seu PMI final de indústria dos EUA subiu a 57,1 em dezembro, de 56,7 em novembro e preliminar de 56,5

PMI dos EUA: o índice terminou 2020 no nível mais alto desde setembro de 2014 (Rebecca Cook/Reuters)

PMI dos EUA: o índice terminou 2020 no nível mais alto desde setembro de 2014 (Rebecca Cook/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 4 de janeiro de 2021 às 12h38.

Última atualização em 4 de janeiro de 2021 às 15h33.

A atividade industrial dos Estados Unidos acelerou no ritmo mais forte em mais de seis anos em dezembro, ampliando a recuperação que elevou os preços de bens ao maior patamar desde 2011, conforme a pandemia de coronavírus afeta as cadeias de oferta.

O IHS Markit informou que seu PMI final de indústria dos EUA subiu a 57,1 em dezembro, de 56,7 em novembro e preliminar de 56,5. Leitura acima de 50 indica expansão.

O índice terminou 2020 no nível mais alto desde setembro de 2014, com o resultado de dezembro marcando o oitavo mês seguido de melhora, após o índice atingir o patamar mais baixo em mais de uma década em abril, diante das medidas de contenção ao coronavírus.

Com o subíndice de produção moderando a 58,3 no mês passado, de 59,2 em novembro, a melhora do PMI se deu principalmente pelos preços mais fortes, disse o IHS Markit. O subíndice de preços de produção subiu ao nível mais alto desde maio de 2011.

Acompanhe tudo sobre:Estados Unidos (EUA)Indústrias em geralPMI – Purchasing Managers’ Index

Mais de Economia

Qual é a diferença entre bloqueio e contingenciamento de recursos do Orçamento? Entenda

Haddad anuncia corte de R$ 15 bilhões no Orçamento de 2024 para cumprir arcabouço e meta fiscal

Fazenda mantém projeção do PIB de 2024 em 2,5%; expectativa para inflação sobe para 3,9%

Mais na Exame