A página inicial está de cara nova Experimentar close button

País registra mais saída que entrada de dólares

De janeiro a agosto, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 2,238 bilhões, contra US$ 22,989 bilhões de igual período do ano passado.

Brasília – As saídas de dólares do país superaram as entradas, gerando saldo negativo do fluxo cambial de US$ 5,850 bilhões em agosto, de acordo com dados do Banco Central (BC) divulgados hoje (4). Esse foi o terceiro mês seguido de saldo negativo, com US$ 1,447 bilhão, em julho, e US$ 2,636 bilhões, em junho.

De janeiro a agosto, o fluxo cambial ficou positivo em US$ 2,238 bilhões, contra US$ 22,989 bilhões de igual período do ano passado. Nos oito meses do ano, o segmento financeiro (investimentos em títulos, remessas de lucros e dividendos ao exterior e investimentos estrangeiros diretos, entre outras operações) registrou saldo negativo de US$ 12,652 bilhões, enquanto o comercial (operações de câmbio relacionadas a exportações e importações) ficou positivo em US$ 14,890 bilhões.

Em agosto, o segmento financeiro ficou negativo em US$ 3,992 milhões. O fluxo comercial também registrou déficit, de US$ 1,858 bilhão. As operações de Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) chegaram a US$ 3,136 bilhões. Os pagamentos antecipados ficaram em US$ 4,435 bilhões. Esses valores estão incluídos nas exportações, que totalizaram US$ 17,839 bilhões. As importações ficaram em US$ 19,697 bilhões.

Em julho, o Banco Central eliminou as restrições de prazos para que os exportadores financiem pagamentos antecipados. Antes, os exportadores que quisessem antecipar o recebimento das receitas com as vendas para o exterior podiam pegar empréstimos de até cinco anos. O BC derrubou esse limite, permitindo que financiamentos de prazos mais longos sejam concedidos. A medida pode ajudar a aumentar a oferta de dólares no mercado, o que pode contribuir para empurrar a cotação para baixo.

Hoje, o BC também informou que a posição de câmbio dos bancos se inverteu de comprada (indica expectativa de alta do dólar) para vendida (expectativa de queda), de julho (US$ 1,675 bilhão) para agosto (US$ 4,190 bilhões).

O BC divulgou ainda valores de leilões de venda de dólares das reservas internacionais com compromisso de recompra. Em agosto, essas operações totalizaram US$ 4,110 bilhões. Foram US$ 2,110 bilhões, no dia 22, USS 1,1 bilhão, em 26, e US$ 900 milhões, em 27 do mês passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também