Orçamento para Rio 2016 supera em 67% previsão de 2008

Nuzman assegurou que "o orçamento da Rio 2016 é 30% menor que o de Londres 2012", embora tenha destacado que "isso não inclui o custo das infraestruturas"

Rio de Janeiro - O orçamento do Comitê Organizador para iniciar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016 é de R$ 7 bilhões, o que representa um aumento de 67% em relação à previsão realizada em 2008, informou nesta quinta-feira a entidade.

Os organizadores das Olimpíadas de 2016 calculavam que o custo do evento seria de R$ 4,2 bilhões quando apresentaram formalmente a candidatura do Rio de Janeiro ao Comitê Olímpico Internacional (COI) há pouco mais de quatro anos.

O número não inclui os valores já investidos - ou por investir - pelo Governo brasileiro ou pelos Governos estaduais e municipais do Rio de Janeiro na construção dos palcos esportivos e das infraestruturas necessárias.

O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos Rio de Janeiro 2016, Carlos Arthur Nuzman, justificou a elevação do orçamento pela inflação, o aumento dos salários no Brasil, a introdução de quatro novos esportes no evento, entre eles rúgbi e golfe, e o uso de novas tecnologias.

Nuzman assegurou que "o orçamento da Rio 2016 é 30% menor que o de Londres 2012", embora tenha destacado que "isso não inclui o custo das infraestruturas".

Em entrevista coletiva para dar detalhes sobre a organização dos Jogos, o presidente previu "um grande sucesso na primeira olimpíada da América do Sul", para a qual, disse, se mobilizarão 500 mil pessoas, entre atletas, voluntários, funcionários e visitantes.

Na apresentação também foi anunciada uma nova seção no site da Rio 2016 para detalhar dados econômicos, como despesas e receita, a fim de, segundo o comitê organizador local, "oferecer transparência".

O presidente do Comitê Organizador disse que "é preciso garantir lucros permanentes para a população do Rio de Janeiro e deixar legado no país", já que, na sua opinião, "são jogos de todo o Brasil".

Na entrevista coletiva se informou que a Vila Olímpica de Rio 2016 contará com 34 mil quartos.

Nuzman assegurou que, para garantir a demanda por hospedagem, "estão sendo construídos 75 novos hotéis, algo que significará um legado fundamental para uma cidade com vocação turística".

Os Jogos Olímpicos do Rio 2016 reunirão 16 mil atletas de 204 países, 4.500 árbitros, 70 mil voluntários e 25 mil profissionais de meios de comunicação. EFE

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.