A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Opep+ mantém aumento moderado da produção de petróleo

Os 23 membros da aliança não parecem ter pressa para colocar mais barris de petróleo no mercado, apesar do aumento dos preços

Os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e seus aliados decidiram, nesta segunda-feira, 4, continuar seguindo sua estratégia de aumento moderadamente a produção para novembro, ignorando os apelos para abrir mais a torneira. 

"Levando-se em consideração os atuais fundamentos do mercado de petróleo (...), a Opep+ confirmou o ajuste para cima da produção global mensal de 400.000 barris por dia para o mês de novembro", anunciou o cartel, em um comunicado divulgado após seu breve encontro por videoconferência.

Os 23 membros da aliança, que continuam sem extrair cerca de 5 milhões de barris de petróleo por dia, não parecem ter pressa em voltar a colocá-los no mercado, apesar do aumento dos preços.

Na expectativa de uma alta mais acentuada da oferta de petróleo bruto, os mercados reagiram fortemente depois desta decisão. As duas referências de um e de outro lado do Atlântico — o petróleo WTI, dos Estados Unidos, e o Brent, do Mar do Norte — ganharam temporariamente mais de 3% em suas contribuições.

Chegando a 78,38 e a 82 dólares, respectivamente, alcançam níveis que não eram vistos desde novembro de 2014, no primeiro caso, e desde novembro de 2018, no segundo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também