Ministra diz que gesto dos EUA sobre carne bovina in natura é insuficiente

Negociadores esperavam reabrir o mercado norte-americano ao produto nacional durante visita de Bolsonaro ao país

Nova York — A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, disse nesta quarta-feira que o acordo com os Estados Unidos para mais inspeções no sistema de processamento de carne in natura brasileira é um "gesto" insuficiente, já que os negociadores esperavam reabrir o mercado norte-americano ao produto nacional.

Tereza Cristina participou da comitiva liderada pelo presidente Jair Bolsonaro esta semana, em Washington, o que resultou em um acordo para uma cota livre de tarifas para importação de trigo fora do Mersocul e medidas para eventualmente permitir a importação de carne suína dos EUA.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.