Índice de Confiança de Serviços sobe 3,2%

Componentes do ICS, o Índice da Situação Atual (ISA-S) avançou 4,5% e o Índice de Expectativas (IE-S), 2,3%, na passagem de outubro para novembro

Rio de Janeiro - O Índice de Confiança de Serviços (ICS) avançou 3,2% no mês de novembro, de uma alta de 0,5% em outubro, na série com ajuste sazonal, informou nesta terça-feira a Fundação Getulio Vargas (FGV).

O indicador saiu de 121,5 pontos para 125,4 pontos no período. "Após uma terceira alta consecutiva, o índice confirma a aceleração gradual do setor ao superar, pela primeira vez desde maio deste ano, sua média histórica.", informou a FGV, em nota oficial.

Componentes do ICS, o Índice da Situação Atual (ISA-S) avançou 4,5% e o Índice de Expectativas (IE-S), 2,3%, na passagem de outubro para novembro. Embora ainda abaixo da média histórica, o ISA sugere que as expectativas mais positivas dos dois meses anteriores finalmente se refletem na melhora na percepção do setor sobre a situação atual.

"Um aspecto favorável desta alta em novembro é a difusão entre os segmentos pesquisados: além de atingir os dois componentes do índice de confiança (situação atual e expectativas), observa-se reação positiva na confiança em cinco dos sete segmentos pesquisados", destacou a FGV.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.