Bolsonaro quer começar a votar reforma da previdência em até seis meses

Para isso, ele abriu a possibilidade de usar a atual proposta de reforma que já tramita no Congresso, apresentada pelo governo Temer

Brasília - O presidente eleito Jair Bolsonaro disse nesta quarta-feira que a prioridade de seu governo é aprovar a idade mínima para aposentadoria, e abriu a possibilidade de isso ser feito através da atual proposta de reforma da Previdência que já tramita no Congresso, apresentada pelo governo Temer.

Bolsonaro, que falou ao sair de uma cerimônia no Quartel General do Exército, acrescentou que pretende ver a reforma integral começar a ser votada em até seis meses.

Ele argumentou que usar a proposta atual economizaria tempo porque não seria necessário passar por todo o processo de tramitação. O projeto atual fala em 65 anos de idade mínima para aposentaria de homens e 62 para mulheres.

Sobre a autorização do Supremo Tribunal Federal para investigar o uso de caixa 2 pelo seu futuro ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, Bolsonaro disse que "havendo qualquer comprovação ou denúncia robusta contra quem quer que seja e que esteja ao alcance da minha caneta Bic, ela será usada".

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.