Bill Gates diz que próximo vírus mortal pode ser criado por terroristas

Gates já havia mostrado preocupação com epidemias ainda em 2015. Agora, o receio é com o uso de armas biológicas

Mesmo com o avanço das campanhas de vacinação, o mundo ainda está longe de superar a crise do novo coronavírus. Para Bill Gates, porém, já é preciso se preocupar com o surgimento de novos vírus que podem ser tão ou até mais perigosos do que a covid-19. Principalmente se esta for a intenção de grupos terroristas. Para o fundador da Microsoft, há uma possibilidade de que o próximo grande vírus seja criado para ser usado como arma biológica.

Em entrevista recente ao canal Veritasium, do youtuber Derek Muller, Gates afirmou que existem assuntos relacionados a pandemias que “as pessoas não gostam muito de falar”. Um destes é tópicos é o bioterrorismo, quando alguém quer causar danos criando um vírus. Para ele, a chance de que um vírus seja criado intencionalmente é maior do que a de uma doença aparecer por acaso, como no caso da covid-19.

 

Esta não é a primeira vez que Gates mostra preocupação com o futuro da humanidade em relação aos perigos de doenças contagiosas e com potencial mortal. Em 2015, durante uma palestra, o bilionário já havia afirmado que “investir muito pouco em um sistema para evitar pandemias” era um plano desastroso.

Gates estava certo. Cinco anos após o discurso, mais de 2,4 milhões de pessoas morreram vítimas somente da covid-19. Os Estados Unidos já somam mais de 490 mil mortes pela doença até agora, enquanto o Brasil contabiliza 240 mil casos fatais envolvendo o vírus Sars-CoV-2.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.