Acompanhe:

A prestigiada revista dos Estados Unidos Wine Spectator divulgou a sua lista com os 100 melhores vinhos de 2023. Em primeiro lugar aparece o italiano Argiano Brunello di Montalcino 2018, com uma pontuação de 95 (a escala vai até 100). Com isso, foi eleito o Vinho do Ano de 2023. A vinícola tem como sócio André Esteves, chairman do BTG Pactual (do mesmo grupo de controle da EXAME).

O empresário brasileiro entrou no negócio em 2013 quando, junto a um grupo de investidores, comprou a Argiano da condessa Noemi Marone Cinzano e do enólogo Hans Vinding-Diers. A dupla queria se concentrar em seu projeto na Argentina, a Bodega Noemía de Patagonia.

Desde a mudança de mãos, a vinícola, que fica na Toscana, na Itália, passou por uma série de transformações no processo de produção. Um dos diversos nomes que passaram pelos vinhedos está Pedro Parra, conhecido com "Señor Terroir", um dos maiores especialistas em microclimas de fabricação de vinhos em todo o mundo.

O vinho é produzido com a usa Sangiovese, um clássico da Toscana. Na avaliação feita pela Wine Spectator, o rótulo apresenta sabores frescos, de rosa, morango e cereja, com nuances de ervas selvagens, minerais e feno cortado. Muito gastronômico, a bebida pode harmonizar com diversos tipos de comida.

"No caso da Argiano, a mudança trouxe grandes recompensas, já que novos proprietários chegaram com o compromisso de retornar a uma expressão mais tradicional do Brunello. Refletindo um investimento de mais de 10 milhões de dólares na propriedade ao longo de uma década, a qualidade excepcional do Argiano Brunello di Montalcino 2018 lhe confere o título de Vinho do Ano pela Wine Spectator em 2023", avalia a Wine Spectator.

Os 100 melhores do ano

Desde 1988 a revista Wine Spectator divulga a lista com os melhores vinhos do ano, lançados nos últimos 12 meses. Ao longo das décadas, novas regiões e uvas apareceram em destaque no ranking. Apesar disso, os clássicos continuam fortes. Bordeaux, na França, tem dois rótulos entre os 10 melhores de 2023.

Na lista geral, a Califórnia se destaca com Cabernet e Chardonnay. Os vinhos italianos -- o país é o maior produtor do mundo -- representam 20% do total, principalmente do Piemonte e da Toscana (sede do vinho do ano).

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Restaurante de SP abre sala enogastronômica com menu degustação harmonizado
Casual

Restaurante de SP abre sala enogastronômica com menu degustação harmonizado

Há 19 horas

África do Sul: uma joia inexplorada para os amantes de vinho no Brasil
Casual

África do Sul: uma joia inexplorada para os amantes de vinho no Brasil

Há 2 dias

6 champanhes entre os melhores do mundo que você precisa provar
Casual

6 champanhes entre os melhores do mundo que você precisa provar

Há 4 dias

Venda de vinhos premium no Brasil escapa de crises e deve crescer
Casual

Venda de vinhos premium no Brasil escapa de crises e deve crescer

Há 5 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais