Rolex traz nova versão do GMT-Master II – e para usar na mão direita

O modelo que mostra dois fusos horários parece feito para viagens do pós-pandemia; novidades da marca incluem também Day-Date, Air King e Yacht-Master
 (Rolex/Divulgação)
(Rolex/Divulgação)
Por Ivan Padilla, de GenebraPublicado em 31/03/2022 07:00 | Última atualização em 31/03/2022 17:08Tempo de Leitura: 6 min de leitura

O GMT, que mede dois fusos-horários, é uma função muito querida pelas marcas de relógio  e costuma ser sucesso de público. Um novo GMT-Master II, o modelo com essa complicação da Rolex, a marca mais vendida do mundo, portanto, já nasce como sucesso de crítica.

Mas a Rolex fez mais. O novo GMT-Master II, apresentado no salão de relojoaria Watches & Wonders, que acontece em Genebra até o dia 5 de abril, chamou muito a atenção, por duas razões. A primeira é a cor verde, símbolo da marca e de modelos best-seller, como o Submariner Hulk, em uma combinação inédita neste modelo com o preto.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

A grande inovação, no entanto, foi a coroa deslocada para a esquerda, apropriada para quem gosta de usar relógio na mão direita – dessa forma, é possível dar corda ou ajustar o horário sem tirar a peça do pulso. Obviamente esse relógio também pode ser usado no pulso esquerdo, como faz a maioria das pessoas. É uma opção a mais que a Rolex traz.

Mudar a coroa da esquerda para direita não é tão simples quanto parece. Para isso, o mostrador de data foi deslocado para a posição das 9 horas e o disco dos dias teve de ser modificado.

O calibre desse relógio é o 3285, com 70 horas de reserva de marcha e, como em todo Rolex, com certificado Cronômetro Superlativo. A caixa é de 40 milímetros e o disco de luneta giratória é em Cerachrom. O preço no Brasil é de 88.200 reais.

O GMT-Master II foi talvez o lançamento da marca de maior mudança, mas obviamente outros novos modelos foram apresentados, entre eles versões atualizadas do Day-Date, do Air King e do Yacht-Master. O que une essa coleção foi um certo de ar de leveza, transmitida pelas cores mais marcantes, e a ênfase em modelos pensados para o ar e o mar.

O GMT é uma função pensada para pilotos e está associada a recordes de aviação, mas com o tempo tornou-se um relógio apreciado por viajantes em geral. Um novo modelo de relógio leva mais de três anos para ser desenvolvido. Em muitos casos, pode chegar a oito anos. Portanto, a linha de agora não foi pensada para o momento de relativo otimismo em relação à pandemia. Mas não deixa de ser uma coincidência.

Confira a seguir outros lançamentos da Rolex no salão de Genebra e que começam a chegar ao Brasl a partir do fim de abril. E acompanhe a cobertura da Watches & Wonders da Casual EXAME.

Oyster Perpetural Air-King

Oyster-Perpetual-Air-King

Oyster Perpetual Air King: aviação (Rolex/Divulgação)

Outro lançamento da Rolex no Watches & Wonders faz homenagem ao mundo da aviação. Criado em 1958, o Air-King passou a exibir aparência de instrumento profissional em 2016. A versão agora vem com novos atributos: legibilidade aprimorada, acréscimo de um “0” antes do “5” da escala dos minutos, protetores de coroa e laterais retas.

São mudanças aparentemente pequenas, mas que deixam o modelo com cara de um relógio profissional, como o Submariner e o Exploter. Isso sim, com um ar vintage, com a grafia em cursiva do nome do modelo. Pela primeira vez o modelo está equipado com um fecho de segurança Oysterlock, apropriada para evitar a abertura com movimentos bruscos. O Air-King de nova geração também se beneficia de uma tela Chromalight otimizada, garantindo a máxima legibilidade em condições escuras.

O calibre é o 3230, com 70 horas de reserva de marcha. A caixa Oyster é de 40 milímetros da nova geração e a resistência é de 100 metros à prova d'água. Preço no Brasil: 58.900 reais.

Oyster Perpetual Yacht-Master 42

Oyster-Perpetual-Yacht-Master-42

Oyster Perpetual Yacht Master 42: do ar para o mar (Rolex/Divulgação)

Do céu para o mar. Outro lançamento é a versão atualizada do Yacht-Master 42, agora em ouro amarelo, um refinamento sem precedentes para esse modelo esportivo tão emblemático. Segundo a marca, uma novidade estética que não desvia esse relógio náutico de seu curso.

O modelo já tinha versão em ouro braço. O metal precioso da Rolex é uma liga de 18 quilates, com maior resistência, qualidade apropriada para um modelo teoricamente feito para aventuras marítimas.

Assim como o modelo original, a nova versão inclui uma luneta giratória bidirecional e uma inserção Cerachrom com graduação elevada, praticamente à prova de arranhões, com cores de intensidade rara e resistentes aos efeitos ambientais. Também traz a pulseira Oysterflex, com display Chromalight otimizado.

Na nova versão do Yacht-Master 42, a luneta giratória bidirecional é equipada com uma pastilha Cerachrom graduada de 60 minutos em cerâmica preta fosca, que pode ser movimentada com facilidade graças à sua borda serrilhada, que oferece excelente aderência.

O calibre é o calibre 3235, com 70 horas de reserva de marcha. Preço no Brasil: sob consulta.

Oyster Perpetual Day-Date

Oyster-Perpetual-Day-Date-40

Oyster Perpetual Day Date 40: relógio dos presidentes, agora em platina (Rolex/Divulgação)

O Day-Date dispensa apresentações. Esse é chamado de relógio dos presidentes, modelo escolhido por muitos estadistas e reconhecido pela pulseira President. Fabricado exclusivamente em metal precioso, foi o primeiro relógio de pulso com calendário a apresentar, além da data, o dia da semana por extenso, em uma abertura específica para ele.

Este Day-Date 40 em versão platina está agora disponível com uma luneta canelada igualmente fabricada com “o mais nobre dos metais”. Essa foi uma inovação técnica e estética que exigiu vários anos de pesquisa e desenvolvimento, porque a platina é um material difícil de moldar.

Um dos pilares da herança estética da Rolex, esse componente marcante, encontrado apenas em alguns modelos Classic da coleção Oyster Perpetual e até agora feito apenas em ouro 18 quilates, agora existe no metal de maior prestígio disponível. O Oyster Perpetual Day-Date 40 em platina 950 é também facilmente reconhecível graças ao seu mostrador azul gelo.

Lançado como grande inovação em 1956, o Day-Date tem o dia da semana disponível em 26 idiomas. Os relógios da gama Day-Date são feitos apenas de metais preciosos, como ouro amarelo 18 quilates e ouro branco ou Everose. E agora platina 950.

Um modelo de robustez e elegância, a caixa Oyster de 40 mm do novo Day-Date 40 é garantida à prova d'água até uma profundidade de 100 metros. Também há a versão em 36 milímetros. O calibre 3255 está equipado com um módulo de corda automática através de um rotor Perpetual e garante reserva de marcha de 70 horas. Preço no Brasil: sob consulta