Casual

Rebeca Andrade será porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento

Rebeca conquistou medalha de ouro no salto e prata no individual geral, sendo a primeira atleta brasileira a conquistar duas medalhas em uma mesma edição de Jogos

Rebeca Andrade compete na final do solo na Olimpíada Tóquio 2020. (Lisi Niesner/Reuters)

Rebeca Andrade compete na final do solo na Olimpíada Tóquio 2020. (Lisi Niesner/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 4 de agosto de 2021 às 08h39.

Última atualização em 4 de agosto de 2021 às 14h34.

A ginasta Rebeca Andrade, medalhista de ouro e prata nos Jogos Olímpicos de Tóquio, será a porta-bandeira do Brasil na cerimônia de encerramento da competição, informou nesta quarta-feira o Comitê Olímpico do Brasil (COB).

Rebeca conquistou medalha de ouro no salto e prata no individual geral, sendo a primeira atleta brasileira a conquistar duas medalhas em uma mesma edição de Jogos, além de ter conquistado as duas primeiras medalhas da história na ginástica artística feminina do Brasil em Jogos Olímpicos.

"Assim, a ginasta permanece em Tóquio até o fim do evento, não retornando ao Brasil com o restante da equipe da ginástica artística nesta quarta-feira. Seu treinador Francisco Porath também continua no Japão", disse o COB em nota.

Acompanhe tudo sobre:AtletasGinástica artísticaOlimpíada 2021Tóquio

Mais de Casual

Casio recria o Casiotron em homenagem aos 50 anos da criação do primeiro relógio da marca

Nova bolsa das celebridades é de grife francesa 'esquecida' – e lança luz sobre 'luxo discreto'

Festival Olímpico Parque Brasil: Fan Fest acontece em São Paulo

Os melhores restaurantes de Tiradentes (MG), segundo o ranking EXAME Casual 2024

Mais na Exame