Casual
Acompanhe:

Quem é a princesa da Holanda que vive escondida por conta do crime organizado

Jovem de 18 anos, considerada futura rainha do país, sofre ameaças da "micromáfia" marroquina e do tráfico de drogas

Princesa Catharina-Amalia da Holanda vive sob forte esquema de segurança (AFP/AFP)

Princesa Catharina-Amalia da Holanda vive sob forte esquema de segurança (AFP/AFP)

A
AFP

14 de outubro de 2022, 15h15

Catharina-Amalia, de 18 anos, é a princesa herdeira da Holanda. Mas a jovem também está ameaçada pelo crime organizado e vive praticamente enclausurada no palácio de seus pais, de onde sai apenas para ir à universidade escoltada por guarda-costas.

VEJA TAMBÉM

As medidas de segurança foram consideravelmente reforçadas recentemente já que as autoridades temem uma tentativa de sequestro ou de atentado por grupos do crime organizado.

A princesa deveria estar morando com outros estudantes em Amsterdã, como muitas jovens de sua idade. Em vez disso, vive em Haia, com seu pais, o rei Willem-Alexander e sua esposa, a argentina Máxima.

"Não posso dizer nada sobre ameaças concretas ou medidas de segurança específicas", afirmou a ministra de Justiça e Segurança Dilan Yesilgöz-Zegerius, ao lado do primeiro-ministro Mark Rutte que se mostrou "muito preocupado" durante uma coletiva de imprensa em visita de Estado a Suécia.

Segundo informações reveladas em setembro pelo jornal De Telegraaf, o chefe de governo (centro-direita, no poder há 13 anos) também foi alvo de ameaças.

A princesa "é aparentemente alvo da micromáfia", declarou Rick Evers, jornalista especializado em realeza, à reportagem.

A "micromáfia" inclui as organizações mafiosas marroquinas que atuam no tráfico de drogas para a Holanda e Bélgica. É conhecida por comandar a entrada de cocaína na Europa através dos portos de Rotterdam e de Amberes.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.