Casual

O discreto Corolla Cross chega com novo visual. Quer saber o preço?

O SUV médio da Toyota ganhou equipamentos, como um painel digital mais completo, manteve oferta de motores e parte de 164.990 reais

Corolla Cross 2025: lanternas e rodas redesenhadas (Toyota/Divulgação)

Corolla Cross 2025: lanternas e rodas redesenhadas (Toyota/Divulgação)

Rodrigo Mora
Rodrigo Mora

Repórter de automobilismo

Publicado em 22 de abril de 2024 às 21h17.

Última atualização em 22 de abril de 2024 às 21h20.

Tudo sobreSUV
Saiba mais

A Toyota apresentou na tarde desta segunda-feira, 22 de abril, o esperado Corolla Cross 2025, que começa a desembarcar amanhã nas 300 concessionárias da marca – quase ao mesmo tempo em que seu arquirrival, Compass, também aparece renovado nas lojas da Jeep.

A apresentação aconteceu em test drive para alguns jornalistas convidados, em Ibiúna, no interior de São Paulo. É a primeira atualização do SUV médio desde que fora lançado, em março de 2021. Discreta, inclui modificações estéticas externas (lanternas, rodas e faróis redesenhados), acabamentos internos inéditos e mais equipamentos, como painel digital de 12,3 polegadas com três menus configuráveis, carregador de celular por indução e freio de estacionamento eletrônico. Nas configurações de topo, há abertura e fechamento elétrico da tampa do porta-malas.

Veja os preços do Toyota Corolla Cross 2025

XR FFV: R$ 164.990

XRE FFV: R$ 178.590

XRX FFV: R$ 191.790

GR-Sport (Dualtone): R$ 197.790

GR-Sport (Monotone): R$ 199.690

XRV Hybrid: R$ 202.690

XRX Hybrid: R$ 210.990

Corolla Cross 2025 híbrido

Corolla Cross 2025 híbrido: a partir de R$ 202.690 (Toyota/Divulgação)

Não houve alteração na oferta de motores, composta pelo 2.0 16V flex de até 175 cv e 20,8 kgfm de torque e pelo 1.8 16V flex (até 101 cv e 14,5 kgfm de torque) combinado a dois motores elétricos de 72 cv e 16,6 kgfm (a marca não divulga a força combinada do conjunto híbrido).

Há três anos no mercado, o Corolla Cross tem ocupado sempre a segunda posição entre os SUVs médios. Em 2021, emplacou 34.249 unidades, contra 70.906 do Compass. No ano seguinte foram 42.506 licenciamentos, ante 63.564 do principal concorrente. E no ano passado foram emplacadas 42.070 unidades do modelos de ascendência japonesa e 59.106 do americano. Os dados são da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

Leia mais

Acompanhe tudo sobre:ToyotaCarrosCarros híbridosSUV

Mais de Casual

Mercado de luxo desacelera e lucros da Burberry desabam 40% em um ano

Jeddah Tower: conheça o prédio que será o maior do mundo, na Arábia Saudita

Arquitetos indicam iniciativas para reconstrução de casas no RS

Chefs revelam quais pratos e receitas marcaram suas vidas

Mais na Exame