Casual

Moda digital: Tommy Hilfiger realiza convenção de vendas no Metaverso

Além da convenção no Metaverso, a marca vem investindo em ações digitais, como a coleção dentro do jogo ROBLOX e a participação na Metaverso Fashion Week

Convenção da Tommy Hilfiger no Metaverso. (Tommy Hilfiger/Divulgação)

Convenção da Tommy Hilfiger no Metaverso. (Tommy Hilfiger/Divulgação)

JS

Julia Storch

Publicado em 19 de abril de 2022 às 17h06.

Última atualização em 19 de abril de 2022 às 17h34.

Em um evento digital em showroom com anfiteatro, foram apresentadas as novas ações da Tommy Hilfiger, na manhã de hoje (19). Porém, a convenção não aconteceu apenas através de um vídeo, mas em uma plataforma imersiva, com setas do teclado direcionando os avatares dos convidados pelo espaço.

A primeira convenção de vendas no Metaverso feito pela marca é mais um passo da empresa no segmento de tecnologia, ao apostar em ações como a coleção dentro do jogo ROBLOX, a participação na Metaverso Fashion Week e o lançamento do Team Tommy e iniciativa com gamers de diferentes países.

O Metaverso ganhou destaque mundialmente ao conectar por meio da tecnologia o mundo real ao virtual. O novo ambiente digital e imersivo conta com realidade virtual, realidade aumentada e hologramas.

"Para a Tommy Hilfiger é essencial caminhar lado a lado aos desenvolvimentos tecnológicos. Globalmente, a label já vem apostando em iniciativas disruptivas no mundo digital, e agora traz essa tecnologia também para ações internas e locais", afirma Paulo Matos, diretor da marca no Brasil.

yt thumbnail

Para o evento, a label firmou uma parceria com a Capgemini, líder global em serviços de consultoria, transformação digital, tecnologia e engenharia, que realizou o evento. A empresa desenvolveu o setup de plataforma, modelagem do ambiente 3D, ambientação e decoração. Todas as reuniões realizadas entre os times da consultoria e da label ocorreram 100% remotas e no Metaverso criado.

Além dos convidados, que tiveram seus rostos inseridos nos avatares. No evento, os gerentes regionais tiveram seus próprios avatares para interagir e participar da convenção.

"Utilizamos a plataforma Spatial.io, que permite que as características dos participantes no Metaverso sejam ainda mais próximas do real", disse Paulo.

"Se na perspectiva dos consumidores ser omnichannel é obrigação dentro dos novos contextos de hiperconveniência em que vivemos, dominar as possibilidades do Metaverso torna-se fundamental para as marcas, a fim de que possam desenvolver de forma ágil novas dinâmicas de interação, relacionamento e negócios com seus funcionários, parceiros, clientes existentes e os novos clientes, que em especial tem o Metaverso já em diversas áreas de suas vidas. Estamos felizes com os resultados dessas primeiras iniciativas e seguiremos inovando continuamente na criação de novas dinâmicas para as indústrias de bens de consumo e varejo" comenta Willian Valiante, vice-presidente para as áreas de Bens de Consumo, Varejo e Distribuição para a América Latina da Capgemini.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

Acompanhe tudo sobre:MetaversoModa

Mais de Casual

Museus chineses atraem 1,29 bilhão de visitantes por ano

Moda e performance: a On lança roupas e calçados em colaboração com a Loewe

Guia Michelin: os 12 restaurantes com gastronomia de qualidade a um bom preço

Chilli Beans apresenta coleção de óculos e relógios em parceria com a Reebok

Mais na Exame