A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Medvedev vence Aberto dos EUA e encerra busca de Djokovic por Grand Slam

Em sua terceira final de um Grand Slam, Medvedev finalmente conquistou o troféu de um dos principais torneios do esporte

A busca de Novak Djokovic pelo recorde de 21 títulos de torneios de Grand Slam, que teria completado a conquista dos quatro principais torneios do tênis na mesma temporada, chegou ao fim diante do obstáculo final, após uma surpreendente derrota na final do Aberto dos Estados Unidos por 6-4, 6-4 e 6-4 para o russo Daniil Medvedev no domingo.

Em sua terceira final de um Grand Slam, Medvedev finalmente conquistou o troféu de um dos principais torneios do esporte ao se vingar da derrota sofrida em sets seguidos diante de Djokovic na final do Aberto da Austrália neste ano.

O sérvio de 34 anos tentava se tornar o primeiro homem em mais de meio século a conquistar os quatro torneios que formam o Grand Slam --Aberto da Austrália, Aberto da França, Wimbledon e Aberto dos EUA-- no mesmo ano.

Se tivesse conseguido, teria sido apenas o terceiro homem a concretizar a façanha, depois de Don Budge, em 1938, e Rod Laver, em 1962 e 1969. Laver assistiu à final de domingo em Nova York.

"É uma derrota difícil de engolir, considerando tudo que estava em jogo", disse Djokovic. "Fiquei feliz que tenha terminado, porque a preparação para esse torneio e tudo que tive que lidar mentalmente, emocionalmente, ao longo do torneio e nas duas últimas semanas, foi demais."

"Foi muita coisa para lidar", afirmou.

Medvedev, de 25 anos, disse que começou a sentir a perna esquerda no final do terceiro set e que acredita que, se o jogo tivesse se alongado, haveria mais drama. Ele afirmou ter ficado com receio de que Djokovic pudesse se recuperar caso tivesse percebido algum sinal de vulnerabilidade dele.

"Quando estava 5-4, minha perna esquerda, eu quase não conseguia caminhar", disse o russo. "Quando eu andei em direção à toalha, minha perna foi ficando para trás."

"Tentei não demonstrar. Se Novak tivesse percebido, não seria bom", disse.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também