Marriott vai pagar funcionários de hotéis que se vacinarem contra a Covid-19

Com prejuízo em 2020, a rede hoteleira vê na vacina uma oportunidade de retomada no turismo

A Marriott International, maior rede hoteleira do mundo, está oferecendo um incentivo financeiro a funcionários de hotéis que recebam vacinas contra a Covid-19.

A empresa fornecerá o equivalente a quatro horas de salário aos funcionários dos hotéis que administra nos Estados Unidos e no Canadá, assim que os trabalhadores concluírem o regime de vacinação, de acordo com comunicado na quinta-feira.

A Marriott, que teve prejuízo recorde em 2020 depois que a pandemia congelou as viagens globais, disse que vê a distribuição de vacinas para viajantes e profissionais do setor de hospitalidade como um dos principais fatores para a recuperação econômica.

Embora incentive os empregados a se vacinarem, a empresa não vai obrigá-los a tomar as vacinas, disse a Marriott.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.