Casual

Guia Michelin divulga os melhores restaurantes da França; brasileira é citada na lista

Dentre os destaques brasileiros na França está a chef Camila Seixas, que comanda o restaurante Orizhon ao lado do marido

O Guia Michelin França 2023. (JOEL SAGET/AFP/Getty Images)

O Guia Michelin França 2023. (JOEL SAGET/AFP/Getty Images)

Júlia Storch
Júlia Storch

Repórter de Casual

Publicado em 7 de março de 2023 às 10h07.

A edição 2023 do Guia Michelin França, foi divulgada ontem, 6, com apenas um novo restaurante premiado com três estrelas.

No total, a seleção de restaurantes do Guia Michelin França inclui 630 restaurantes estrelados, sendo 29 restaurantes com três estrelas, 75 restaurantes com duas estrelas e 526 restaurantes com uma estrela em toda a França.

O prêmio tem se espalhado por cidades fora dos arredores de Paris, visto que 37 dos novos restaurantes premiados não estão na capital.

A França, casa do guia e país com mais restaurantes estrelados, perdeu 25 prêmios na noite de ontem, incluindo o restaurante comandado por Guy Savoy, há muito considerado o melhor chef do mundo, que perdeu uma estrela na noite de ontem.

“A seleção de 2023 confirma que a excelência, a criatividade e o compromisso são abundantes no mundo da gastronomia francesa”, afirma Gwendal Poullennec, diretora internacional do Guia Michelin. “Os chefs à frente proporcionam experiências culinárias diferenciadas e promovem conexões econômicas, humanas e culturais.”

Segundo o Guia, o restaurante La Marine, premiado com três estrelas, afirma-se como um dos melhores restaurantes de França, "com uma abordagem gastronômica única". "La Marine 'vale a pena o desvio' porque nos leva para a ilha de Noirmoutier e nos muda para sempre", diz Poullennec. "A equipe do restaurante já havia sido destacada com o Michelin Green Star em reconhecimento ao seu notável compromisso eco responsável, e a equipe do restaurante representa uma sinfonia resplandecente."

Brasil no Guia Michelin França

Dentre os destaques brasileiros na França está a chef Camila Seixas, que comanda o restaurante Orizhon ao lado do marido. A casa localizada em Audierne não possui estrelas, mas está no Guia Michelin na categoria Bib Gourmand, que seleciona restaurantes com bom custo-benefício.

"Instalados no porto de Audierne, os chefs certamente fazem o nosso paladar navegar para novos horizontes… Ele na sala, ela na cozinha, oferecem ao tempo de paragem uma cozinha gourmet e perfumada. A chef obviamente vai buscar à despensa local, maioritariamente iodada, que mistura com criteriosos toques de modernidade e exotismo. Panquecas de trigo sarraceno ao estilo taco, carne de porco confitada; tarte de atum, chutney de tomate com especiarias; polvo grelhado, beterraba, queijo fresco de cabra, vinagrete de vinho tinto", diz o Guia.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.

 

Acompanhe tudo sobre:MichelinRestaurantesChefsFrança

Mais de Casual

Wine power: o poder dos bares de vinho na educação sobre a bebida

Antonio Forjaz, da Sportingbet, mostra a rotina multiesportiva de um executivo

O Brasil é apaixonado por picapes, e o CEO da Ford América do Sul sabe o motivo

A melhor mesa de restaurante do Rio de Janeiro fica no Copacabana Palace

Mais na Exame