Brasil conquista 7 medalhas em um dia nos Jogos Paralímpicos

Daniel Dias conseguiu seu terceiro título paralímpico na capital britânica ao vencer a final dos 100 metros peito, na classe SB4

Londres- Os nadadores brasileiros Daniel Dias e André Brasil continuam colecionando medalhas nos Jogos Paralímpicos de Londres e conseguiram mais uma cada nesta terça-feira, em provas diferentes, em um dia repleto de medalhas para o país, com sete no total.

Daniel conseguiu seu terceiro título paralímpico na capital britânica ao vencer a final dos 100 metros peito, na classe SB4, pulverizando o recorde mundial, que era dele mesmo, com a marca de 1min32s27. O nadador, que em Pequim subiu nove vezes ao pódio, já soma três ouros conquistados em 2012 e ainda tem provas a disputar.

Já André Brasil conquistou a medalha de prata nos 100 metros costas, na categoria S10, e melhorou seu desempenho nos Jogos, em que já havia conquistado uma prata e dois ouros.

Além dos dois nadadores, o Brasil conquistou outras medalhas nesta terça, e a primeira delas foi na bocha. A dupla formada por Eliseu dos Santos e Dirceu Pinto foi bicampeã vencendo quase todas as partidas na classe BC4 com folga, e nesta terça bateu os tchecos Leos Lacina e Radek Prochazca por 5 a 3.

No atletismo, Felipe Gomes e Daniel Silva foram respectivamente ouro e prata nos 200 metros rasos da classe T11, formando uma dobradinha brasileira.

Felipe conseguiu o tempo de 22s97 e foi apenas 0s02 mais rápido que Daniel. Na mesma prova, o recordista mundial Lucas Prado, outro representante do país, terminou na quarta posição, fazendo 23s15.

Yohansson Nascimento também conseguiu um ótimo resultado ao ficar com a prata nos 400 metros rasos da classe T46, com um tempo de 49s21. Jonathan de Souza, por sua vez, ficou com o bronze no lançamento de disco (classe F40), ao registrar a marca de 40m49.

Mesmo sem obter uma medalha, Terezinha Guilhermina obteve destaque nos 400 metros raso categoria T12. A campeã dos 200m na classe T11 largou bem, mas foi perdendo ritmo e foi prejudicada pela queda se seu guia.

Ela então também se jogou no chão e completou a prova em último lugar, com o tempo de 1m38s73, bem atrás das três primeiras colocadas. A vencedora foi a francesa Assia El Hannouni, com a marca de 55s39.

No quadro de medalhas, o Brasil subiu para o sétimo lugar, com 10 ouros, 7 pratas e 4 bronzes, em uma tabela dominada pela China, que tem 53 ouros. Rússia e Grã-Bretanha aparecem logo atrás, com 23 ouros cada. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também