BMW XM é o SUV com jeito de carro-conceito e desempenho de Porsche 718 Boxster

Com desenho revolucionário, esse será um dos maiores SUVs da marca e terá motor híbrido que pode ser carregado na tomada
Grade dianteira é iluminada e faróis são divididos em duas partes (BMW/Divulgação)
Grade dianteira é iluminada e faróis são divididos em duas partes (BMW/Divulgação)
G
Gabriel AguiarPublicado em 28/09/2022 às 15:04.

O BMW XM apareceu pela primeira vez como carro-conceito em novembro do ano passado e, naquele momento, a própria marca adiantou que “90% do visual” chegaria à versão de produção. Promessa cumprida: o SUV foi revelado nesta quarta-feira, 28, praticamente idêntico ao que foi mostrado – com exceção, é claro, dos retrovisores, faróis e maçanetas funcionais.

VEJA TAMBÉM

Essa liberdade criativa rendeu detalhes surpreendentes, como as gigantes rodas aro 23, as maiores já utilizadas por um BMW de série, e os frisos laterais que se destacam nas portas. Mas parte da inspiração também veio do passado, como é o caso dos logotipos duplos na traseira, solução que apareceu no clássico M1, da década de 1970, o primeiro superesportivo da marca.

BMW XM

Autonomia elétrica de até 50 km sem precisar do motor a gasolina (BMW/Divulgação)

Não surpreende que parte dessa transgressão também tenha chegado à motorização: é a estreia de conjuntos híbridos plug-in entre modelos da divisão M (dedicada aos carros mais velozes da BMW). Isso significa que o XM oferece um motor V8 a gasolina e outro elétrico – que pode ser recarregado na tomada. E o resultado? 643 cv de potência e aceleração até 100 km/h em 4,3 s.

É verdade que um Porsche 718 Boxster oferece o mesmo desempenho do estreante, só que o BMW XM é ainda mais surpreendente pelo tamanho: são 5,11 m de comprimento e 2 m de largura, quase as mesmas medidas do grandalhão X7. Por outro lado, enquanto o “irmão” oferece espaço para até sete pessoas, no modelo recém-apresentado esse conforto é para cinco sortudos.

BMW XM

Duas telas de 12,3 pelegadas e 14,9 polegadas se destacam na cabine (BMW/Divulgação)

Para que esperava uma cabine digna de nave espacial, o novo BMW XM pode ser frustrantes, já que o desenho parece inspirado em outros lançamentos recentes da marca. Mas não faltou um banho de loja para justificar o posicionamento superior do SUV, com revestimento de couro – que, para deixar claro, não é vegano – por todos os lados e cerca de 100 LEDs de iluminação interna.

Recheado de tecnologias para facilitar a vida do motorista, como piloto automático capaz de assumir a direção e rodas traseiras que giram para ajudar nas manobras, o XM também oferece ajustes para cada tipo de terreno (inclusive para dunas de areia). Com lançamento previsto para o fim desde ano, o novato custará 159 mil dólares nos EUA, quase 855 mil reais na conversão direta.

BMW XM

Som da Bowers & Wilkins é opcional com alto-falantes até no teto (BMW/Divulgação)

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade