Carreira

Veja as 10 profissões que serão extintas pela tecnologia

A tecnologia está trazendo mais facilidade e entregando resultados de forma mais prática e rápida, saiba como se preparar para não perder seu espaço no mercado de trabalho

A tecnologia pode gerar mais prosperidade ao longo prazo, mas quando profissões são extintas, muitas pessoas ficam sem renda e levam um tempo para se atualizar com as novas profissões (Nitat Termmee/Getty Images)

A tecnologia pode gerar mais prosperidade ao longo prazo, mas quando profissões são extintas, muitas pessoas ficam sem renda e levam um tempo para se atualizar com as novas profissões (Nitat Termmee/Getty Images)

Publicado em 28 de abril de 2024 às 13h24.

Última atualização em 10 de maio de 2024 às 11h29.

Tudo sobreplano-de-carreira
Saiba mais

A tecnologia trouxe mudanças significativas no mercado de trabalho, levando a extinção ou raridade na procura por profissionais da área. Com a rápida evolução tecnológica, muitas tarefas que exigiam intervenção humana foram automatizadas, o que exigiu que nós redefiníssemos as demandas e habilidades necessárias.

“Entre as principais funções extintas devido à tecnologia, a maioria se relaciona à manipulação de mídias físicas, produção industrial, comunicação e organização”, afirma Roberta Saragiotto, Head de People and Strategy da Start Carreiras, plataforma que conecta universitários ao mercado de trabalho.

A inovação e a tecnologia moldam a sociedade e as economias do mundo e a longo prazo, no decorrer de décadas ou até séculos, e geram muito mais prosperidade, afirma Rafael Miranda, CIO da Impulso, que reforça que no curto prazo, existe um grande desafio: quando profissões são extintas, muitas pessoas ficam sem renda e levam um tempo para se atualizar com as novas profissões.

“Precisamos ter sensibilidade de quando algo disruptivo começa a acontecer, e por isso precisamos pensar em meios de minimizar os impactos para quem está sendo mais atingido negativamente nesse curto prazo”, diz CIO da Impulso.

Quando o trator foi inventado, Miranda lembra que cerca de 80% das pessoas no planeta Terra eram agricultoras. “O trator desempregou milhões e milhões de pessoas, mas, ao mesmo tempo, permitiu que outros milhões tivessem acesso à comida em alta escala, em função da revolução agrícola”, diz. “Eu vejo isso acontecendo novamente agora com automações e IA em geral. As operadoras de telemarketing, por exemplo, já estão sendo impactadas há alguns anos pelas automações.”

Para Saragiotto e Miranda, as seguintes profissões já estão perdendo espaço para a tecnologia. “As pessoas precisam se reinventar e estarem atentas às movimentações para não ficarem para traz. Cabe também às empresas ofereceram capacitação mediante a essas transformações”, diz Saragiotto.

Veja as 10 profissões que estão sendo substituídas pela tecnologia:

  1. Porteiro e recepcionistas: a profissão de porteiro mudou e hoje existe a possibilidade de portaria remota, com reconhecimento facial para abertura etc. Já a profissão de recepcionista não está completamente extinta, mas os sistemas de check-in automatizados e assistentes de voz estão substituindo as funções tradicionais.
  2. ⁠Caixa de Banco: não foi extinta, mas mudou graças a automação bancária e o uso de caixas eletrônicos. Os serviços online também reduziram a necessidade de caixas de banco em algumas instituições.
  3. Leitor de contador de energia e água: Antes da implementação de contadores inteligentes e sistemas de leitura remota, os leitores de contador de energia e água visitavam as residências e empresas para coletar manualmente os dados de consumo. Com a introdução de tecnologias de medição automática e leitura remota, a necessidade de leitores humanos foi reduzida, levando à extinção de muitos desses postos de trabalho.
  4. Cobradores de ônibus e pedágios: os sistemas de bilhetagem eletrônica eliminaram a necessidade de cobradores nos ônibus. Quanto aos pedágios, com a automação dos sistemas de cobrança, como o Sem Parar e outras formas de cobrança automática, muitos desses postos de trabalho foram eliminados, reduzindo a demanda por cobradores de pedágio.
  5. Reveladores de fotografias: Com a fotografia digital e facilidades propostas por celular e internet, a demanda por revelação de fotos em laboratórios diminuiu.
  6. Caixa de supermercado ou varejo: Com a introdução de caixas automáticos, sistemas de autoatendimento e pagamentos móveis, a necessidade de caixas de varejo para processar transações manualmente diminuiu em muitos estabelecimentos, especialmente em locais com alto volume de vendas.
  7. Operador de câmera de filme em estúdios de televisão: Antes da transição para a produção digital, os estúdios de televisão empregavam operadores de câmera para gravar programas e eventos ao vivo em equipamentos de filme. Com a introdução de câmeras digitais, essa função evoluiu para operadores de câmeras digitais.
  8. Telefonistas: hoje, as centrais telefônicas são automatizadas.
  9. Cinemas com projetores de filme: Com a transição para projeção digital, muitos cinemas deixaram de precisar de profissionais para operar projetores de filme.
  10. Arquivista: com a internet e computação em nuvem, hoje é difícil documentos importantes serem armazenados fisicamente, já que podem sofrer danos ou se deteriorarem com o tempo.

Clique aqui para inscrever sua empresa no ranking EXAME Negócios em Expansão 2024

Acompanhe tudo sobre:Mudança de empregoTecnologiafuturo-do-trabalhoprodutividade-no-trabalho

Mais de Carreira

Quais são os jargões mais utilizados no mundo corporativo?

O que o estagiário recebe quando acaba o contrato?

O que faz um auxiliar de produção?

Profissões na área de Humanas: conheça 5 oportunidades e tendências

Mais na Exame