Busca o primeiro emprego? Veja quatro currículos para baixar e preencher

Veja dicas de especialistas em recursos humanos para montar currículos e aproveite os programas de trainee ou de estágio com inscrições abertas

Nas últimas semanas, grandes empresas como Ambev e Itaú abriram programas de trainee ou de estágio, como antecipou EXAME. Um passo fundamental para aproveitar as oportunidades abertas aos jovens talentos é ter um currículo, também conhecido pela sigla CV (do latim curriculum vitae) adequado às expectativas do mercado de trabalho.

Uma dúvida de muito jovem em busca do primeiro emprego e de uma chance de ingressar no mercado de trabalho é: como montar um currículo capaz de chamar a atenção dos recrutadores mais exigentes?

EXAME fez essa pergunta a consultorias de recursos humanos e numa ONG dedicada a preparar jovens do ensino médio para o ingresso no mercado de trabalho.

Veja a seguir as orientações dos especialistas para montar um currículo imbatível a quem está ingressando no mercado de trabalho. Além disso, baixe quatro modelos inspirados nessas recomendações.

Modelo 1 – Conte o que você aprendeu

Muitos estudantes e profissionais em início de carreira pensam que a falta de experiência atrapalha a construção de um currículo adequado e muitas vezes cometem erros ao tentarem incluir informações desnecessárias e sem relação à vaga e ao trabalho.

Um currículo objetivo, mesmo que com pouca experiência, pode ser interessante e bem apresentado, desde que sejam tomados alguns cuidados, diz Rodrigo Vianna, presidente da Mappit, uma unidade da empresa global de recrutamento e seleção Talenses Group dedicada à contratação de mão de obra em início de carreira.

Entre os cuidados a serem tomados está deixar visíveis ao recrutador, logo de cara, dados como nome, cidade, informações para contato, resumo de qualificações, formação acadêmica e o que tiver de experiência profissional – sempre em ordem decrescente.

Informações que costumam contar pontos nessas horas são a proficiência em algum idioma, além de trabalhos voluntários, projetos de faculdade ou experiências internacionais de estudo.

“A partir de situações como essas (viagem, intercâmbio, trabalho voluntário, projetos dentro da faculdade) é possível aprender diversas habilidades técnicas e, principalmente, comportamentais”, diz Vianna.

É importante também analisar se o documento não está visualmente poluído, com pouco espaçamento entre os tópicos e desalinhado. “O ideal é um currículo simples, verdadeiro, objetivo e que exalte suas qualidades e experiências do candidato, que podem não ser vastas, mas podem ser relevantes para a vaga em questão”, diz o especialista.

Clique aqui para baixar o currículo sugerido pela Mappit

Modelo 2 – Seja objetivo sem ser vago

Um currículo que abre as portas para uma entrevista é o que apresenta sua história destacando suas habilidades. “Os recrutadores e empregadores inicialmente escaneiam um currículo por 30 a 60 segundos e normalmente leem a primeira ou segunda linha de cada sessão”, diz Ana Paula Montanha, Diretora da HW Human Capital, empresa de recrutamento e consultoria profissional. “Logo a sua história precisa ser descritiva e concisa ao mesmo tempo, e despertar a curiosidade pelo seu perfil.”

A quem estiver escrevendo o primeiro currículo, a especialista recomenda focar nas qualidades que o distinguem dos demais candidatos. “Identifique suas duas ou três habilidades principais e as experiências que as demonstram essas suas habilidades”, diz.

Clique aqui para baixar o currículo sugerido pela HW Human Capital

Modelo 3 – Revele trabalhos voluntários

Um CV deve trazer de forma curta e simples o que você deseja fazer. Por exemplo: atuar na área administrativa. Jamais coloque experiências que não teve. Caso você tenha realizado trabalhos voluntários, não deixe de registrá-los, pois eles ajudam a perceber seu comprometimento com o dia a dia das empresas, diz Rodrigo Dib, diretor executivo do Instituto Proa, ONG dedicada a preparar jovens de ensino médio par ao mercado de trabalho.

“Os trabalhos informais como de babá, ajudante (de feiras, de buffet infantil, escritório etc.) também podem constar no seu currículo”, diz Dib. “Nesses casos, é importante sempre ter contatos de referências, como telefone e ou e-mail, para que o contratante possa contatá-las, caso seja necessário.”

Clique aqui para baixar o currículo sugerido pelo Instituto Proa

Modelo 4 – Seja objetivo

O currículo é o primeiro contato com o recrutador. Por isso, organizar bem as informações e com objetividade é essencial para chamar a atenção do headhunter, nome dado ao profissional de recrutamento e seleção de talentos.

Além disso, a transparência nas informações é fundamental. Um estudo da consultoria em recursos humanos Robert Half mostra que 33% dos recrutadores admitem excluir um candidato na primeira fase do processo seletivo por notar mentiras do currículo. Esse comportamento pode comprometer a sua credibilidade e gerar uma primeira impressão negativa por parte dos entrevistadores.

O modelo sugerido pela Robert Half conta com uma estrutura que simplifica a leitura das informações por parte de quem recebe o material, iniciando com dados pessoais, objetivo profissional (cargo almejado), experiência, conhecimento de idiomas, formação acadêmica, cursos extras e outros projetos.

No caso de profissionais em início de carreira, entende-se que a experiência pode ser restrita, e por isso vale destacar projetos vivenciados que agreguem valor, como voluntariado, intercâmbios e demais cursos realizados.

Clique aqui para baixar o currículo sugerido pela Robert Half

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?

Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?

Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.