Bússola
Um conteúdo Bússola

Cidades inteligentes: benefícios e desafios do DOOH na gestão urbana 

Na coluna Pulse DOOH deste mês, Claudia de Armas discute como a integração de dispositivos conectados, análise de dados em tempo real e Digital Out Of Home podem transformar os ambientes urbanos e melhorar a vida dos cidadãos 

Cingapura é frequentemente citada como um exemplo de cidade inteligente (RLIMPhoto/Getty Images)

Cingapura é frequentemente citada como um exemplo de cidade inteligente (RLIMPhoto/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 4 de junho de 2024 às 15h00.

Última atualização em 6 de junho de 2024 às 10h27.

Por Claudia de Armas*

Uma cidade inteligente é um ambiente urbano com gestão inovadora baseada no uso de tecnologias  digitais e de comunicação para melhorar a qualidade de vida dos seus habitantes, aumentar a eficiência  dos serviços e promover a sustentabilidade. 

Isso é feito por meio da integração de dispositivos  conectados, análise de dados em tempo real, e automação de processos em diversas áreas, como  transporte, energia, saúde e segurança pública. 

As cidades inteligentes têm fundamentalmente quatro  pilares: 

  • Os cidadãos no centro do planejamento 
  • A eficiência da gestão pública 
  • A tecnologia como a base  da conectividade, segurança e eficiência operacional
  • A sustentabilidade para a preservação do meio  ambiente  

Cingapura é frequentemente citada como um exemplo de cidade inteligente. A cidade utiliza sensores  IoT, big data e inteligência artificial para gerenciar tráfego, energia e recursos hídricos. Outras cidades que  se destacam com perfil inteligente são Amsterdã, Copenhague, Seul e Barcelona. 

Benefícios do DOOH em Cidades Inteligentes 

A principal diferença da publicidade estática para a digital nas cidades inteligentes radica  fundamentalmente na interconectividade. Ter um painel de LED isolado sem conexão/integração não vai  contribuir para o ecossistema da cidade inteligente. As telas DOOH podem exibir informações atualizadas  como alertas de emergência, condições de tráfego e eventos locais, oferecendo uma plataforma dinâmica  para a disseminação de informações com rapidez e agilidade. 

Podem também divulgar serviços e informações para comunidades que não tenham fácil acesso à  internet, dispositivos móveis ou televisão. Além disso, permite a participação dos cidadãos em pesquisas,  acesso a informações específicas e interação com conteúdos educativos e promocionais. Com a  personalização de mensagens utilizando dados e analytics, as informações podem ser adaptadas ao perfil 

demográfico e comportamento do público em diferentes áreas da cidade. 

Eficiência Energética e Sustentabilidade do DOOH 

A sustentabilidade é um dos pilares das cidades inteligentes e o DOOH contribui significativamente nesse  aspecto. Em relação a equipamentos, muitas telas DOOH utilizam tecnologia LED, que consome menos  energia comparado a outras formas de iluminação. Sobre a gestão de energia, sensores de luminosidade  e presença conseguem calibrar a iluminação dos painéis, economizando energia e evitando a  contaminação luminosa durante a noite. 

Algumas instalações de DOOH são alimentadas por fontes de energia renovável, como painéis solares,  aumentando ainda mais a eficiência energética. Além disso, o uso de DOOH para campanhas publicitárias  e informativas reduz a necessidade de materiais impressos, ajudando ainda na gestão de resíduos. 

Desafios Técnicos e de Infraestrutura do DOOH 

Implementar redes DOOH em cidades inteligentes enfrenta vários desafios técnicos e de infraestrutura.  O custo inicial pode ser alto, incluindo a aquisição de equipamentos, hardware, software e infraestrutura  de rede. Garantir uma conectividade estável e de alta velocidade é essencial para o funcionamento  eficiente do DOOH. 

Garantir uma conectividade estável e de alta velocidade para todas as telas é essencial para o  funcionamento eficiente de DOOH. A manutenção regular das telas também é necessária para garantir  seu funcionamento correto, o que pode ser logisticamente desafiador. Além disso, a segurança 

cibernética é crucial para proteger as redes DOOH contra ataques e manipulação de conteúdo, garantindo  a integridade dos dados transmitidos

Integrar DOOH com outros sistemas de cidades inteligentes requer planejamento e coordenação para  garantir compatibilidade e eficiência. As associações nacionais e internacionais de OOH estão trabalhando em conseguir padronização e compatibilidade entre sistemas de DOOH.  

E, por fim, existem desafios tecnológicos, como a implantação de algumas tecnologias que habilitem a  criação ou uso de outras. Um exemplo disso seria a tecnologia da 5G, responsável por uma velocidade de  conexão superior, baixa latência, maior número de dispositivos conectados simultaneamente, eficiência  energética derivada da redução de consumo de bateria, uma melhor cobertura, entre outros benefícios.  

DOOH para Segurança Pública e Gestão de Emergências 

O DOOH pode desempenhar um papel vital na segurança pública e na gestão de emergências em cidades  inteligentes. As telas podem ser usadas para disseminar alertas e instruções de emergência, como  evacuações, alertas meteorológicos e informações sobre incidentes de segurança. 

Equipar as telas com câmeras e sensores permite o monitoramento de segurança em tempo real,  ajudando a detectar atividades suspeitas e apoiar operações de segurança pública. Durante eventos de  crise, a comunicação pública é fundamental, e o DOOH pode fornecer informações claras e diretas à  população, ajudando a prevenir pânico e coordenar respostas rápidas e eficazes. 

Privacidade e Proteção de Dados em DOOH 

É necessário também que haja regulamentações claras e robustas para garantir que os dados pessoais  sejam protegidos e que a privacidade dos cidadãos seja respeitada. Implementar mecanismos para obter  o consentimento dos cidadãos para a coleta e uso de seus dados é fundamental para respeitar a  privacidade e os direitos individuais. 

A coleta de dados através de câmeras e sensores para personalizar conteúdos no DOOH levanta  preocupações sobre privacidade e vigilância. Há riscos de que os dados coletados sejam utilizados para  fins não autorizados. Por isso é de vital importância que os veículos de mídia tenham transparência, não  apenas informando os cidadãos sobre quais dados estão sendo coletados, como são usados, e quem tem  acesso a eles, mas em relação à privacidade e segurança dos dados.  

Regulamentações claras e robustas são necessárias para garantir que os dados pessoais sejam protegidos  e a privacidade dos cidadãos respeitada. Implementar mecanismos para obter o consentimento dos  cidadãos para a coleta e uso de seus dados é fundamental para assegurar a privacidade e os direitos  individuais

A integração do DOOH em cidades inteligentes oferece inúmeras vantagens, no entanto, os desafios  técnicos, de infraestrutura e de privacidade não devem ser ignorados. Com uma abordagem cuidadosa e  regulamentada, o DOOH pode contribuir significativamente para a construção de cidades mais  conectadas, eficientes e seguras, melhorando a qualidade de vida de seus habitantes.

*Claudia de Armas é Head de Ciência de Dados da RZK digital

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:Tecnologia

Mais de Bússola

Como o Grupo Estre fechou acordo de mais de R$ 1 bilhão com a Receita Federal

Henrique Mazza: como a não linearidade está transformando o comportamento do consumidor

Gestão Sustentável: restaurar ecossistemas é reparar danos históricos e prevenir tragédias

Bússola & Cia: busca de seguro para veículos elétricos cresce 700% no país

Mais na Exame