Bússola

Um conteúdo Bússola

O que é private equity? 

Em artigo, Nilio Portella explica o conceito e demonstra como a modalidade de investimento pode representar uma parceria estratégica para o crescimento sustentável

Com a economia mais favorável, a expectativa é que o mercado de private equity apresente novas oportunidades de crescimento em 2024 (LaylaBird/Getty Images)

Com a economia mais favorável, a expectativa é que o mercado de private equity apresente novas oportunidades de crescimento em 2024 (LaylaBird/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 17 de junho de 2024 às 13h00.

Por Nilio Portella*

O private equity é uma modalidade de investimento que envolve a participação em empresas com alto potencial de crescimento. Vai além de fornecer recursos financeiros, buscando agregar valor às investidas com uma visão de longo prazo e compromisso com o crescimento sustentável. A ideia é atuar como um verdadeiro parceiro estratégico, de forma consistente e duradoura.

Com a economia mais favorável, a expectativa é que o mercado de private equity apresente novas oportunidades de crescimento em 2024. Após um ano difícil para captar novos investimentos e desinvestir de operações anteriores, começamos a vislumbrar um cenário mais otimista.

De acordo com dados da TTR Data e da ABVCAP (Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital), no terceiro trimestre de 2023 foram realizados investimentos que somaram R$ 3,1 bilhões em 12 operações. Setores como serviços financeiros (38%) e serviços e produtos ao consumidor (23%) foram os mais beneficiados por essas transações.

Além do aspecto financeiro, o investimento em private equity também envolve o aporte de "smart money", ou seja, conhecimento, experiência e networking para ajudar as empresas a crescer e se desenvolver de forma mais eficiente e sustentável. Não nos limitamos à injeção de capital, mas também à parceria estratégica e ao suporte operacional.

Nesse contexto de smart money, o Equity Fund Group a private equity que lançamos em maio deste ano conecta negócios e orienta os empresários a colaborar em rede. O grupo busca identificar e investir em empresas com alto potencial de crescimento e inovação, oferecendo não apenas recursos financeiros, mas também expertise e suporte estratégico para impulsionar o desenvolvimento dessas empresas.

Em resumo, o cenário de private equity tem se mostrado cada vez mais dinâmico e promissor, que vai além do aspecto financeiro, agregando valor e impulsionando empresas.  Ao compará-lo com outras teses de investimento, é importante considerar não apenas o potencial de retorno, mas também o nível de risco e a estratégia de gestão adotada pelos investidores. Em um cenário cada vez mais complexo e volátil, pode ser uma alternativa interessante para diversificar a carteira de investimentos e buscar oportunidades de valorização a longo prazo.

*Nilio Porlella é cofundador do M&P Group.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:Investimentos de empresas

Mais de Bússola

Bússola Poder: o tribunal eleitoral do capitão

Open Finance é confiável? Cresce 33% número de brasileiros que aceitam compartilhar dados bancários

Saiba qual é o gasto de energia da geladeira mais econômica do mercado que acaba de ser lançada

Saiba em quais cidades é melhor contar com um carro alugado

Mais na Exame