Bússola

Um conteúdo Bússola

O passo a passo do escritório de advocacia que conseguiu neutralizar emissões e atingir carbono zero

Entenda um dos principais pontos de atenção para a estratégia ESG de empresas desse segmento e o exemplo do /asbz, que acaba de atingir meta proposta

O escritório compensou um pouco mais de 82 toneladas de carbono emitidas em 2022. (Moment Makers Group/Getty Images)

O escritório compensou um pouco mais de 82 toneladas de carbono emitidas em 2022. (Moment Makers Group/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 17 de junho de 2024 às 10h00.

Planejar uma agenda ESG efetiva depende muito do segmento de atuação, da área e das atividades de uma empresa. 

No caso de escritórios de advocacia, o exemplo da /asbz mostra que a jornada para atingir o status de carbono neutro depende muito de uma análise apropriada. 

O escritório, que é um dos mais respeitados no Brasil, conseguiu o feito recentemente graças à proatividade e à escolha estratégica de contratar uma consultoria.

Estamos muito felizes com esta conquista, porque ela reforça toda a nossa trajetória em ESG e chancela o nosso propósito de sermos socialmente transformadores”, diz Aitan Portela, CEO do /asbz.

Como fazer o diagnóstico de sustentabilidade?

No caso do /asbz, a contratada foi a Elemento, consultoria externa de engenharia ambiental. A empresa realizou o levantamento das respectivas atividades inventariais e das emissões de CO2.

A análise foi feita nos escopos 1, 2 e 3, isto é, que estão relacionadas direta e indiretamente à operação do escritório e dos parceiros diretos

Todas as informações são referentes a 2022 e foram consideradas nas soluções para a neutralização das emissões de carbono da empresa. 

E como o /asbz conseguiu chegar ao carbono neutro?

A partir do diagnóstico, o /asbz investiu na compensação de suas emissões de carbono, a partir de:

  • Aquisição de créditos de carbono de alta integridade, certificados pela ONU. 
  • Plantio de 580 árvores por meio da empresa Agroforestry Carbon, com foco em agroflorestas de pequenos agricultores. 

Os créditos adquiridos compensam um pouco mais de 82 toneladas de carbono emitidas pelo escritório em 2022.

“A partir de agora, teremos como propósito seguirmos no controle das nossas emissões e, para este ano, já estamos implementando um novo mapeamento e solidificamos nossa trajetória de sermos um agente de transformação da sociedade, protagonizando ações perenes que transcendem as nossas palavras”, Aitan conclui.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Acompanhe tudo sobre:ESG

Mais de Bússola

ESG: como Parque Bondinho Pão de Açúcar alcançou certificação com Sistema B e o que isso representa

Como fidelizar clientes usando aplicativos? Conheça 4 empresas que são exemplos dessa prática

Isabela Basso: quando falamos de greenwashing, sua empresa é parte do problema ou da solução?

CEO da BAT defende que regulamentação de cigarros eletrônicos ajudará no combate à ilegalidade

Mais na Exame