Motéis aderem suítes instagramáveis e uberização nas reservas para crescer

Acompanhar as mudanças de comportamento e consumo são fundamentais para o bom desempenho dos motéis
 (Divulgação/Divulgação)
(Divulgação/Divulgação)
Por BússolaPublicado em 03/04/2022 17:30 | Última atualização em 03/04/2022 21:12Tempo de Leitura: 3 min de leitura

Estar atento às tendências mercadológicas é muito importante para atender as expectativas dos clientes e evitar ficar para trás dentro do segmento de atuação. Por ano, o mercado moteleiro hospeda mais de cem milhões de pessoas, em suas mais de cinco mil unidades espalhadas pelo Brasil.

Para ajudar a manter a procura dos hóspedes ou ainda, aumentar essa busca, a Associação Brasileira de Motéis (ABMotéis) listou cinco tendências que o empresário deve ficar atento em 2022.

Comportamento

O maior fator a impactar na motelaria será o comportamento do consumidor. Para Felipe Martinez, presidente da ABMotéis, se antes existia certo pudor em comentar temas que cercam o sexo, agora o cliente busca falar e compartilhar sobre as suas vivências. Com isso, buscam atrativos que sejam convidativos, inclusive, instagramáveis. Cerca de 80% do público que frequenta o motel está em um relacionamento sério. 

“Muitos casais buscam comemorar datas especiais em motéis. Sendo assim, o hóspede busca por um local bonito, com boa comida e bebida, para que sua experiência de lazer seja completa”, declara Martinez.

Economia

Já Vinicius Roveda, especialista em gestão de motéis da Zeax, destaca a importância do empresário acompanhar o mercado econômico, pois neste ano é esperado um bom resultado para os motéis que se adaptaram à Nova Motelaria. A pandemia já mostra sinais de que perderá força e com isso deve impactar positivamente o ano. Por outro lado, a inflação se mantém elevada e isso gera pressão nos preços. “O moteleiro precisa ter atenção, pois não repassar os custos representa perda de lucratividade do negócio”, declara.

Uberização

Leonardo Dib, diretor da LHG Motéis, fala sobre o processo de uberização nas reservas. Com a pandemia de covid-19, a automação das reservas cresceu expressivamente. Antes, a única maneira de verificar a disponibilidade do quarto era indo até o local. Hoje, a partir de aplicativos como o guia de motéis go, existe a opção de realizar reservas à distância. 

“Cada vez mais as pessoas irão realizar suas reservas por meio de aplicativos ou no próprio site do motel. Sendo que, essa tendência de comodidade, que já é uma realidade, deve aumentar e diferenciar os motéis”, diz Leonardo.

Design

Quartos temáticos, com cores vibrantes e com adereços que fiquem bonitos em fotos, são cada vez mais tendências para os motéis. A suíte deve fotografar bem, ou seja, ficar bonita em fotos. Assim, atrai hóspedes com mais facilidade. Contudo, segundo o diretor comercial do Guia de Motéis, Rodolfo Elsas, os proprietários devem buscar por profissionais para realizar as reformas em seu estabelecimento, garantindo assim que o projeto final atenda o esperado.

Gastronomia        

Assim como as suítes, a maior tendência na gastronomia são pratos instagramáveis. O moteleiro e proprietário do Mont Blanc Motel, Michael Almeida, afirma a importância de ter petiscos com apresentações criativas e saborosas, saindo do comum. 

Para ele, “empresário buscar referências do que pretende trazer no seu menu e produzir imagens de qualidade, feitas por profissionais”. Durante a pandemia, o consumo nas suítes aumentaram 56% e com o cardápio convidativo a tendência é aumentar o consumo.

Já Felipe Martinez afirma que quanto mais o moteleiro conhecer o comportamento do cliente, estar atento às questões econômicas e mercadológicas, menos ele precisará contar com a sorte. “As tendências vão ditando o caminho que a motelaria deve seguir, e o conhecimento sobre a mesma, permitirão tomadas de decisões conscientes e adequadas”, declara.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedInTwitter | Facebook | Youtube 

Veja também