Bússola
Um conteúdo Bússola

IMC impulsiona digitalização com aplicativos que utilizam IA e ciência de dados

Recém lançado, o aplicativo Pizza Hut Brasil é a mais nova ferramenta desenvolvida a partir da plataforma proprietária que foi feita em parceria com a consultoria Thoughtworks

Exemplo prático do layout do novo aplicativo (IMC/Divulgação)

Exemplo prático do layout do novo aplicativo (IMC/Divulgação)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 1 de novembro de 2023 às 11h53.

Apostando no uso de inteligência artificial e ciência de dados para acelerar o processo de transformação digital, a International Meal Company (IMC) lançou neste ano mais uma plataforma própria com foco no consumidor: o aplicativo Pizza Hut Brasil. 

O lançamento das plataformas proprietárias da IMC é fruto da parceria com a Thoughtworks, consultoria global de tecnologia. Com a estratégia, a IMC possui a meta de triplicar as vendas via canais digitais até 2025. Atualmente, as vendas online representam 36% da receita total da companhia.  

Para o aplicativo da Pizza Hut Brasil, a Thoughtworks desenvolveu uma plataforma capaz de oferecer tradicional delivery acompanhado de recursos personalizados. A aplicação tem potencial para tornar a operação das lojas mais dinâmicas, inteligentes e estratégicas, já que trabalha conceitos de last mile (última etapa de transporte da mercadoria), upsell (oferecimento de um produto ou serviço que o consumidor comprou ou iria comprar).

“Estamos satisfeitos com as novas funcionalidades e demos mais um importante passo rumo à digitalização da companhia. Após meses de planejamento e investimento, finalizamos mais uma etapa em nossa agenda de transformação por meio de uma plataforma que traz ao cliente não apenas uma nova opção de canal, mas uma experiência de consumo ainda melhor. Em resumo, o app agrega funcionalidades que ajudam a mapearmos toda a jornada de compras nas duas pontas do processo. Ao mesmo tempo em que o cliente tem a oportunidade de manter contato direto com a marca, o lojista tem centralizado todo o fluxo de pedidos em um mesmo ambiente”, destaca Alexandre Santoro, CEO da IMC. 

Processo de desenvolvimento 

Nos projetos com a IMC, a Thoughtworks utilizou o Modelo de Fluência Digital, uma metodologia própria que tem o objetivo de permitir a análise de um negócio sob diferentes lentes complementares, desde seu desenho organizacional até a experiência de usuário habilitada por dados. Segundo a consultoria, isso permitiu que o time entendesse melhor o perfil dos consumidores e traçasse o ponto-chave para aplicar as estratégias mais assertivas e inovadoras, tanto de promoções como de experiência do consumidor.

Alexandre Klaser, Diretor de Transformação Digital e Estratégia para a América Latina na Thoughtworks, reforça que o aplicativo da Pizza Hut foi criado sob medida para a marca e atua com uma estratégia de produto conectada à entrega de valor. 

“Usamos como base para a criação desta plataforma as métricas e os dados da IMC, que nos deram visibilidade ampla do cenário da marca, que possibilitou otimizar processos internos, aumentar a segurança, padronizar e integrar informações, além de reduzir custos para a marca”, comenta.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

McKinsey e Salesforce se unem para potencializar soluções de IA Generativa no mercado

O papel da tecnologia na educação financeira da geração alpha

Acompanhe tudo sobre:Inteligência artificialIMCBig dataempresas-de-tecnologiaAlimentosDelivery

Mais de Bússola

O passo a passo do escritório de advocacia que conseguiu neutralizar emissões e atingir carbono zero

Lucy Nunes: o desafio de controlar uso de celulares entre crianças e adolescentes

Bússola Poder: não existe ministro da Fazenda fraco

Por que texto do Projeto de Lei que regulamenta a Inteligência Artificial precisa de ajustes? 

Mais na Exame