Bússola
Um conteúdo Bússola

Galena adquire Edupass, maior plataforma de benefícios educacionais do Brasil

Empresa reposiciona sua atuação como solução B2B para empresas que desejam empoderar seus colaboradores

Empresa recentemente adquiriu a Edupass  (Alvarez/Getty Images)

Empresa recentemente adquiriu a Edupass (Alvarez/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 17 de julho de 2023 às 15h20.

Última atualização em 18 de julho de 2023 às 11h14.

Com atuação no mercado de educação e desenvolvimento profissional desde 2021, a Galena anuncia uma mudança estratégica em seu posicionamento. Anteriormente reconhecida por preparar jovens para o mercado de trabalho, a empresa está dando um passo além e passará a focar na gestão e desenvolvimento de carreiras de maneira mais ampla. Entre as estratégias adotadas, está a aquisição do Edupass, startup fundada em 2018 por Alexandre Wawruk e Natascha Giora, que se tornou a maior plataforma de benefícios educacionais do Brasil. O valor da transação não pode ser anunciado por cláusulas contratuais. 

O Edupass conta com uma base de mais de 220 mil colaboradores elegíveis e mais de 150 mil cursos disponíveis em seu portfólio com até 80% de desconto, além de oferecer uma série de conteúdos próprios e formações específicas. Dentre seus clientes, despontam grandes nomes como Grupo Pão de Açúcar, Leroy Merlin, Cielo, C6 Bank, Deloitte, Rappi e Loggi.

A ideia é trazer uma nova forma de trabalhar o desenvolvimento profissional no dia a dia dos colaboradores e empresas, indo muito além do consumo de conteúdos. Vamos colocar o colaborador como o protagonista da sua jornada profissional” diz Guilherme Luz, cofundador e CEO da Galena. 

Foco no desenvolvimento profissional

Segundo ele, a aposta principal é ajudar os colaboradores a encontrarem o caminho para dar o seu próximo passo de carreira, oferecendo uma plataforma de recomendação acelerada por inteligência artificial com diferentes experiências de aprendizagem. A expectativa é que a Galena atinja 500 mil usuários elegíveis até o fim de 2024 por meio de parcerias com cerca de 300 empresas. 

Para isso, a ideia é conceber um novo produto que tenha a orientação do colaborador como um dos seus principais pilares. A empresa já vem desenvolvendo múltiplos esforços de pesquisa para usar inteligência artificial como o principal motor de mapeamento e recomendação de habilidades a serem desenvolvidas.

“A fusão alia uma empresa pioneira no mercado de educação como benefício, com uma oferta vasta de conteúdos e instituições de ensino parceiras, a uma empresa de tecnologia inovadora no desenvolvimento de carreiras, com track-record e fôlego para realizar os investimentos necessários“ afirma Lygia Vidigal, cofundadora e COO da Galena.

Com a combinação da experiência, tecnologia e conhecimento de mercado dessas duas empresas, a Galena se posiciona para liderar a transformação do setor, impulsionando o crescimento e a evolução das organizações brasileiras. Investidores de peso como Altos Ventures, Globo Ventures, Owl Ventures, Elevar Equities e Exor Seeds são alguns dos fundos que respaldam a nova aposta da empresa.

Dor que virou oportunidade

Durante os últimos meses, a equipe da Galena esteve imersa em um processo aprofundado de discovery, em que entrevistou dezenas de profissionais de RH, gestores e colaboradores para identificar possíveis oportunidades ligadas ao tema. Durante o processo, uma das principais descobertas foi a de que, no geral, os colaboradores têm dificuldade de saber para onde se desenvolver, gerando um impacto significativo no engajamento de iniciativas focadas em estimular o desenvolvimento contínuo das equipes. 

Além disso, na grande maioria das vezes, esses profissionais acabam recorrendo ao consumo de conteúdos como única forma de alavancar seu desenvolvimento. Partindo do pressuposto de que apenas parte do aprendizado é realizado desta maneira, e de que a maior parte na verdade é oriunda de trocas entre pessoas e experiências práticas, as lideranças da Galena acreditam que ainda há uma oportunidade para inovar no campo do desenvolvimento profissional, explorando mais a fundo o potencial destes outros métodos.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Carne bovina impulsiona crescimento do foodservice no Brasil em maio

Bússola & Cia: Fintech que apoia cultura do café capta R$ 70 milhões

Programa de desenvolvimento territorial impacta 1,2 mil pessoas em dois anos

Acompanhe tudo sobre:EmpreendedorismoEducaçãoCarreira jovem

Mais de Bússola

Análise do Alon: lentes que não servem mais

Fintech com apenas 4 anos fecha parceria que pode garantir seu primeiro bilhão em transações

Bússola Poder: Janones, Nikolas e a lei de Ulysses Guimarães

Como é o processo para a empresa dona do Burger King concluir compra da Starbucks?

Mais na Exame