Bússola

Um conteúdo Bússola

Bússola & Cia: Fintech que apoia cultura do café capta R$ 70 milhões

Confira novidades e informações exclusivas sobre economia, negócios e sustentabilidade na coluna semanal de notas da Bússola

Startup apoia cafeicultores na obtenção de capital (Getty Images/Getty Images)

Startup apoia cafeicultores na obtenção de capital (Getty Images/Getty Images)

Bússola
Bússola

Plataforma de conteúdo

Publicado em 12 de julho de 2023 às 11h56.

Última atualização em 12 de julho de 2023 às 13h07.

Por Ana Busch (interina)

Foco no café

A agfintech Culttivo acaba de finalizar a captação de R$ 70 milhões, via FIAgro, para ajudar os pequenos e médios produtores de café a alavancar e inovar suas lavouras. Segundo Gustavo Foz, CEO e cofundador da Culttivo, com o montante captado no FIAgro, a expectativa da empresa é gerar mais de 500 operações de crédito para cafeicultores até o final de 2023. “Hoje 85% dos cafeicultores no país possuem lavouras de pequeno e médio porte e são justamente eles que necessitam da maior parte do crédito. Nosso produto foi criado para dar maior velocidade na obtenção de capital a esse público”, diz o executivo. Lançada em 2020, a Culttivo já concedeu mais de R$ 70 milhões em empréstimos, atingindo um montante médio de R$ 400 mil por cafeicultor, com 100% de adimplência das operações até o momento.

À frente da partilha

As adesões de Minas Gerais e Espírito Santo serão buscadas pela frente que une Nordeste, Norte e Centro-Oeste e negocia a partilha do Fundo Nacional de Desenvolvimento Regional. Secretária de Fazenda de Alagoas, Renata dos Santos dá voz ao grupo e destaca que o Vale do Jequitinhonha (MG) e o norte do Espírito Santo também devem receber mais recursos do FNDR. “Já o Distrito Federal tem alta renda per capita e teria uma fatia, conforme a sua realidade – portanto, menor, tal como outros estados do Sul e do Sudeste já com infraestrutura eficaz e grau de desenvolvimento maior”, afirma.

Gestão fitness

O Studio Mormaii se juntou ao portfólio de peso da ABC-EVO, que já inclui nomes como BodyTech, Selfit, Bluefit e Action Black. A empresa agora faz parte dos 6 mil clientes em 16 países que se beneficiam da tecnologia da companhia, que desenvolve um software de gestão específico para atender empresas do segmento fitness. "Atender a Mormaii é incrível Eles têm um modelo de negócio único e inovador, que comprovadamente dá certo. São pessoas que realmente se importam em mudar o mundo através do exercício", diz Paulo Akiau, presidente da ABC-EVO. O sentimento é compartilhado por Enrico Ferrari, CEO do Studio Integrado Mormaii Fitness: "Nós buscamos a excelência. Por isso escolhemos a ABC-EVO como nosso parceiro na área de tecnologia." 

Parceria para o varejo

A HubCount, startup do mercado contábil, realizou, em parceria com a Linx, especialista em tecnologia para o varejo – ambas do grupo StoneCo - a pesquisa “O Mercado Contábil", com o objetivo de entender quais são as expectativas do mercado contábil no Brasil. A análise mostrou que quase metade dos escritórios (44%) pretende crescer até 15% em um ano, um aumento considerado estável para o setor. Já 32% dos entrevistados pretendem ter um crescimento moderado de 15% a 30% e 18% visam aumentar sua carteira em mais de 30%. O levantamento teve a participação de mais de 700 escritórios, dos quais 55% já estão há mais de 10 anos no mercado. Sobre a quantidade de CNPJs atendidos, 28% dos escritórios têm uma carteira de até 20 clientes e 20%  atendem de 20 a 50. A pesquisa completa, com todos os tópicos explorados e tendências do setor, pode ser acessada no site O Mercado Contábil.

(3C Plus/Divulgação)

Estratégia de supressão

Startup do interior do Paraná, a 3C Plus ganhou destaque no segmento de tecnologia para call center, utilizando uma metodologia chamada Estratégia de Supressão. A empresa faturou mais de R$ 15 milhões em 2022, apresentando crescimento de 275% no ano. Para 2023, os planos ambiciosos: mirando a primeira rodada de captação, a meta é realizar uma estratégia de M&A e faturar R$ 50 milhões. “Investir em metodologias tem se mostrado uma opção alinhada às necessidades do mercado atual.  A estratégia de supressão que desenvolvemos, por exemplo, é um planejamento dos próximos passos para atuação em novos ICPs (Perfil Ideal de Cliente). Aplicamos no mercado de consignado e performou muito bem e agora, vamos aplicar na entrada de outros perfis, como nos serviços de cobrança e SAC”, diz o CEO da 3C Plus, Ney Pereira.

Franquias em expansão

Evandro Tokarski, presidente do Grupo Artesanal, maior rede de farmácias de manipulação do país, participou da 18ª edição do Congresso Consulfarma, evento que reúne profissionais e especialistas do setor farmacêutico com o objetivo de discutir as últimas tendências do segmento.  Reconhecido por sua experiência e conhecimento no setor de farmácias de manipulação, o especialista foi um dos debatedores da mesa "Franquias Magistrais: Uma análise entre a manutenção da marca e a expansão através de franquias". Na ocasião Evandro falou sobre os desafios do setor, as perspectivas e tendências, além de fazer uma análise entre a manutenção da marca e a expansão de negócios através do modelo de franquias. Hoje o Grupo Artesanal conta com mais de 90 unidades, em nove Estados e no Distrito Federal. Teve sete unidades inauguradas só no primeiro semestre de 2023. 

Marketing de performance 

A Inexxus, agência de marketing de performance, está expandindo sua atuação globalmente e chegou ao mercado norte-americano. Com objetivo de fortalecer a presença da marca em outros países e levar suas soluções em marketing de performance para novos mercados, com foco em brasileiros que moram nos EUA e tem interesse nos serviços de licença da empresa, a Inexxus já investiu, só no primeiro semestre de 2023, mais de R$ 1 milhão em seu plano de internacionalização. A expectativa é fechar 2023 com faturamento de R$ 6 milhões só na unidade global e mais de 830 clientes ativos nas duas operações. 

Investimentos 

A Eva People, startup brasileira que oferece assistentes virtuais para RHs capazes de automatizar tarefas rotineiras, melhorar a comunicação com os funcionários e agilizar os processos de integração e comunicação das empresas, acaba de receber um aporte de R$350 mil da Meta Ventures. Somado aos investimentos realizados em novembro pelo fundo Ace e a Cotidiano Aceleradora, o montante levantado pela HR Tech em rodada pré-seed já ultrapassa R$1,3 milhão. Com os investimentos, a Eva People pretende expandir sua atuação no mercado brasileiro e latino-americano, além de aprimorar ainda mais a tecnologia utilizada em suas soluções para a área de Recursos Humanos. 

Empregabilidade

A Korú, empresa fundada há um ano como uma aceleradora de oportunidades, se tornou um dos principais ecossistemas de empregabilidade em tecnologia do Brasil e, agora, anuncia a entrada no Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU). A cultura e o propósito da empresa sempre estiveram alinhados com o da instituição, tendo oferecido mais de R$ 1 milhão em bolsas de estudo nos últimos oito meses por meio de parcerias com empresas como Ambev e Votorantim. Hoje, a Korú é integrante do Movimento Tech, iniciativa do iFood e da XP Inc., do Autismo Tech, e do Startup Weekend, ação global com sede em Seattle (EUA).

PRtech

A empreendedora do segmento da comunicação, Beatriz Ambrósio, criou a Mention, b, que nasce com a missão de garantir que empresas de todos os tamanhos e setores tenham acesso a uma tecnologia que democratize estratégias de Comunicação Organizacional. Nascida em setembro de 2022, hoje a startup conta com mais de 100 clientes de diferentes segmentos e, para 2023, a marca aposta na expansão do negócio com expectativa de chegar a 20 mil usuários até o final de 2024 e dobrar o time de profissionais atuando pela empresa.

Bolsas para MBAs 

A iTalents, startup especializada em cursos e certificações de TI, segue ampliando sua atuação no mercado de MBA em parceria com a Unyleya e AWS Academy, braço educacional do maior player de cloud do mundo. A startup disponibiliza bolsas de estudos de até 70% para profissionais do setor tech que buscam um upgrade na carreira. Os subsídios amparados pela iTalents são válidos para os MBAs em arquitetura de soluções na nuvem e desenvolvimento nativo para nuvem.  “Além de especializar o profissional, a bolsa também irá prepará-lo para o exame de certificação da AWS e fornecer descontos e recursos exclusivos para o desenvolvimento de projetos e créditos de aprendizagem”, afirma Alexandre Álvaro, COO da iTalents e PHD em Ciência da Computação pela UFPE.

(Acelen/Divulgação)

Energia renovável 

A Acelen reduz cada vez mais sua pegada de carbono como parte da sua trajetória rumo à transição energética, um dos temas prioritários da sua estratégia ESG. A empresa adquiriu a certificação internacional de energia renovável, o reconhecido I-REC, que funciona como uma chancela, atestando que a energia elétrica é 100% proveniente de fontes limpas e renováveis. Ao todo, foram adquiridos 893,5 mil certificados da EDP, emitidos pela I-REC Standard Foundation, considerada um sólido padrão de rastreamento de utilização de energia renovável — de fontes hídrica, eólica e solar. Cada certificado representa 1 I-REC, que equivale a 1 MWh de energia renovável. O objetivo é compensar as emissões de escopo 2, termo usado para definir as emissões associadas à geração da eletricidade que foi consumida por uma empresa, reduzindo o seu impacto e, ao mesmo tempo, incentivando a produção de energia renovável no país. 

Wealth Management

A Guide Investimentos lançou ontem uma nova campanha em mídias audiovisuais, para reforçar o posicionamento da empresa no atendimento a clientes do segmento Wealth Management – dedicado a investidores com patrimônio robusto para aplicações financeiras. A ação, feita em parceria com a agência de publicidade Ana Couto, aborda alguns contextos gerais de comportamento desse tipo de investidor. O mote geral dos quatro filmes criados para a campanha consiste em questionar os ruídos existentes no mercado. “Muitas figuras no universo de finanças questionam os modelos tradicionais para investir, mas apresentam soluções superficiais apenas para ‘fisgar’ o cliente”, diz Luis Ricci Maia, head de Marketing e CX da Guide. “Infelizmente, nesses casos, o investidor é tratado como uma commodity, sem receber uma análise profunda e recomendação de produtos segmentados.”

(End to End/Divulgação)

End to End 

A End to End, empresa de inteligência de negócios e arquitetura de soluções com expertise em engajamento de fãs e consumo do esporte, desembarca no mercado europeu com a chegada a Portugal. Para os executivos da empresa, a linguagem usada no futebol para engajamento de fãs é universal, mas idioma e cultura necessitam de um cuidado especial. As negociações com clubes locais já estão acontecendo, com projetos entregues para Estoril Praia e Rio Ave e em andamento para o Braga. A expectativa é ampliar a atuação no país e na Europa.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Fispal Food Service e Fispal Sorvetes 2023 reúnem mais de 52 mil visitantes

Showkase entra para a seleção de empresas aceleradas pelo Grupo Boticário

Vai investir? 5 dicas para encontrar startups promissoras

Acompanhe tudo sobre:Alimentosplanos-de-negociosStartups

Mais de Bússola

ESG: pesquisa aponta projetos para 60+ como oportunidade para o investimentos privados 

Bússola Poder: políticos do mundo, uni-vos. Outros pagam a conta

Campos do Jordão ganha exposição do artista plástico Renot

Lacuna no setor será chave para essa empresa de bairros planejados vender R$ 300 mi

Mais na Exame