Bússola
Um conteúdo Bússola

Engine lança solução para transformação digital como serviço

Transformação do negócio como serviço permite à indústria ter acesso a um sistema de gestão empresarial completo

Indústria na busca por competitividade (Bússola/Reprodução)

Indústria na busca por competitividade (Bússola/Reprodução)

B

Bússola

Publicado em 25 de agosto de 2022 às 15h00.

A Engine, consultoria especializada em soluções para transformação digital e no oferecimento de SAP, lançou no último mês de julho uma solução dedicada dedicada à transformação de negócios como serviço. Nomeado como eBaaS (Engine Business as a Service), o modelo consiste em conjunto de ferramentas e serviços, como um digital board room, para gestão de todos os processos da empresa, análises de desempenho em tempo real e a transição para cloud paga como serviço. A expectativa da Engine é que o eBaaS represente até 60% dos serviços contratados da empresa até 2025.

Na transformação do negócio como serviço, a indústria pode ter acesso a um sistema de gestão empresarial completo, utilizado por 99% das maiores empresas do mundo, apoiado por uma data center mundial, a partir do SAP S/4HANA Cloud. O objetivo é que a indústria parta da automação básica para as melhores práticas de gestão do mundo, a fim de melhorar a competitividade.

“No Brasil, temos entraves relacionados à complexidade fiscal, com alta carga tributária, à legislação, à gestão de talentos e ao acesso a capital, para citar alguns. A indústria precisa ganhar maturidade, e é isso o que queremos oferecer, com uma solução capaz de alçar a empresa a um nível avançado de gestão e governança, o que tende a trazer mais competitividade”, diz Fabio Barnes, CEO da Engine.

O Engine Business as a Service oferece infraestrutura e suporte completos para gestão de produtos, colaboradores, clientes, finanças, entre outros indicadores fundamentais para a gestão. O novo produto da Engine também permite visualizar os indicadores considerados críticos para o negócio, com um comparativo em relação aos principais números da indústria, para auxiliar a tomada de decisão em tempo real.

“Disponibilizamos como serviço os componentes de cloud, software, serviços e sustentação necessários para qualificar nossos clientes como empresas inteligentes, aliando tecnologia, gestão e inovação para acelerar a jornada rumo à transformação da Indústria 4.0”, afirma Barnes.

Com o eBaaS, a Engine apresenta à indústria a alternativa de adoção de um modelo econômico/financeiro mais flexível, sendo possível modificar as despesas de capital (CAPEX) para despesas operacionais (OPEX). Na prática, essa mudança reduz o Custo Total de Propriedade (TCO), um dos principais indicadores para o gestor de tecnologia a respeito da aquisição de novas soluções.

“O eBaaS é uma acelerador de maturidade para empresas. Seria como criar uma empresa nova e dar a ela o time to market, a ponto de permitir que esteja com os melhores processos, tecnologias e serviços em poucos meses, o que as empresas líderes de mercado global levaram décadas para conseguir. Há ainda um outro diferencial: a empresa recebe o eBaaS de forma enxuta e em um modelo de subscrição que não necessita de altos investimentos”, afirma Barnes.

A Engine já tem os primeiros clientes neste modelo no Brasil. “Após passarem pelo modelo de transformação do eBaaS, esses clientes já estão começando a expandir suas operações e replicar o conceito para outros países”.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Hugo Tadeu: Estamos no caminho certo com letramento digital?

Quer aprender mais sobre fundos de investimento? Aprenda com o Safra

Bússola & Cia: Auxílio Brasil e Pronampe terão impacto positivo no PIB

Acompanhe tudo sobre:Empresasgestao-de-negociosIndústria

Mais de Bússola

Gestão Sustentável: como fazer um bom relatório ESG

Ele começou com 12 anos e um secador achado no lixo. Hoje seu salão fatura R$ 4 mi ao ano

3 dicas para escolher a profissão certa

Setor de bebidas não alcoólicas, catadores e governo criam campanha de conscientização ambiental

Mais na Exame