Acompanhe:

Após fortes chuvas, Movimento União BR firma parceria com Governo do RS para deixar legado no estado

Iniciativa captou cerca de R$ 6 milhões, de mais de 20 empresas e entidades, visando continuar o trabalho de ajuda com os afetados

Modo escuro

Continua após a publicidade
Coronel Luciano Boeira, Chefe da Defesa Civil do RS, Izabel Matte, Secretária de Obras Públicas do RS, Tatiana Monteiro de Barros, Movimento União BR, Eduardo Leite, Governador do RS, Raquel Teixeira, Secretária da Educação do RS, Fabrício Peruchin, ex-Secretário de Habitação e Regularização Fundiária do RS e atual Secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do RS (Felipe Homem Sander - FHS Filmes e Produções/Divulgação)

Coronel Luciano Boeira, Chefe da Defesa Civil do RS, Izabel Matte, Secretária de Obras Públicas do RS, Tatiana Monteiro de Barros, Movimento União BR, Eduardo Leite, Governador do RS, Raquel Teixeira, Secretária da Educação do RS, Fabrício Peruchin, ex-Secretário de Habitação e Regularização Fundiária do RS e atual Secretário da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos do RS (Felipe Homem Sander - FHS Filmes e Produções/Divulgação)

Após as fortes chuvas que castigaram o Rio Grande do Sul, o trabalho assistencial no estado continua, agora com viés de legado e ajuda permanente. A ação está sendo coordenada pelo Movimento União BR, organização especializada em criar hubs de emergência por todo o Brasil. O trabalho está sendo realizado em parceria com o governo do estado do RS e tem o objetivo de auxiliar as famílias impactadas. 

A ação irá reformar 11 escolas, impactando diretamente cerca de 6 mil alunos nas seguintes cidades: Lajeado, Estrela, Encantado, Venâncio Aires, entre outras. Além disso, será feito um apoio ao programa Casas de Passagem, que é desenvolvido pelo Sinduscon-RS e o governo estadual do RS, que fornece casas mobiliadas e com eletrodomésticos para as famílias desabrigadas.

Captação de recursos

Até o momento, o Movimento União BR, captou cerca de R$ 6 milhões de mais de 20 empresas e entidades. Tatiana Monteiro Barros, fundadora do Movimento União BR, destaca a importância da continuidade do trabalho, “Nós sempre focamos em deixar um legado para as regiões afetadas. No início, os holofotes estão todos virados para o local, e muita gente ajuda, mas temos que pensar no pós e no processo para reerguer as comunidades, além de continuar um trabalho assistencial por alguns meses, pois a situação não é resolvida rapidamente. Por isso é importante ter uma união com o governo local, justamente para realizar uma solução assertiva e cirúrgica.”, analisa Tatiana.

O Governador do RS, Eduardo Leite destaca o apoio recebido, “Desde o momento inicial da tragédia no Vale do Taquari, recebemos um apoio muito expressivo do setor privado no apoio às vítimas e na reconstrução das cidades atingidas. O trabalho do Movimento União BR nesse sentido nos deixa profundamente gratos e conforta a todos nós, porque mostra que não estamos sozinhos e que a capacidade de mobilização terceiro setor junto ao setor privado é transformadora na vida das pessoas.”.

As empresas e entidades que permitiram a captação foram: Instituto Helda Gerdau, Febraban, Itaú Unibanco, seguradoras Zurich, Santander, Latam, Fedex, XP inc, Ultragaz, Grupo Boticário, iFood, Ypê, Esportes da Sorte, Instituto Far Hinode, Instituto Lojas Renner, BrazilFoundation, farmacêutica VITAMEDIC, VNP Advogados, Grupo Trigo, Fundação Gerações e Instituto Carisma. Já o Instituto da Criança é o gestor financeiro da campanha. 

Trabalho assistencial

O trabalho do Movimento União BR no Rio Grande do Sul foi iniciado assim que as chuvas impactaram as cidades. Até o momento, a entidade já entregou mais de 300 mil itens de limpeza, 190 mil refeições desidratadas nutritivas, 600 colchões, 26 mil vitaminas, toneladas de alimentos, gás, empilhadeira e paleteira para estrutura dos depósitos da Defesa Civil.

Mais de 30 cidades foram atendidas, entre elas Roca Salles, Muçum, Encantado, Arroio do Meio, Vale do Taquari, Montenegro, Canoas, Lajeado, Caxias do Sul, Bento Gonçalves, Santa Teresa, entre outras. 

Todo o trabalho foi realizado ao lado de organizações parceiras, como: Defesa Civil (RS), Adra, Ação da Cidadania, CUFA-RS, Rotary POA, Instituto Cultural Floresta (ICF), Movimento Mulheres em Rede, Madre Tierra, Associação Comitê da Cidadania de Sapucaia do Sul, Amigos do Luciano e cozinhas solidárias.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Análise do Alon: Protagonismo, só com realismo

Bússola Poder: a fé anárquica do ateu  

"Poucos países devem tanto à diplomacia quanto o Brasil", afirma CEO do CEBRI

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Bússola Cultural: encontro literário com Tiago Nhandewa, escritor e pesquisador indígena
Bússola

Bússola Cultural: encontro literário com Tiago Nhandewa, escritor e pesquisador indígena

Há 3 horas

Por que podemos estar diante de uma mudança no mercado de empresas de benefícios a funcionários
Bússola

Por que podemos estar diante de uma mudança no mercado de empresas de benefícios a funcionários

Há 6 horas

Quais foram as 10 séries mais vistas de 2023?
Bússola

Quais foram as 10 séries mais vistas de 2023?

Há 19 horas

Por que o setor de alimentos é carro-chefe na criação de empregos na indústria de transformação
Bússola

Por que o setor de alimentos é carro-chefe na criação de empregos na indústria de transformação

Há 20 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais