Os estados onde as pessoas mais se casaram em 2012

Em Rondônia, Espírito Santo e Distrito Federal, a população se casa muito mais que no restante do país. No Rio Grande do Sul, muito menos

São Paulo - Rondônia é o estado brasileiro onde as pessoas mais se casam. Segundo as Estatísticas de Registro Civil 2012 divulgadas nesta sexta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a chamada taxa de nupcialidade no estado foi a mais alta pelo segundo ano seguido: foram 10,3 casamentos a cada mil habitantes. 

Distrito Federal, Espírito Santo e Goiás também estão entre os estados onde mais se casa no país (veja tabela completa ao final).

Na outra ponta, Rio Grande do Sul, Amapá e Maranhão apresentam as menores taxas. Em todo a país, foram 6,9 casamentos a cada mil habitantes em 2012, mesmo patamar obitdo em 2011.

Em números absolutos, pouco mais de 1 milhão de casamentos foram registrados no país no ano passado, um crescimento de 1,4% em relação ao ano anterior.

Segundo o IBGE, há uma tendência de elevação no número de casamentos por conta de transformações nos arranjos conjugais. A maior delas é o crescimento dos recasamentos (uniões de pessoas que já casaram antes), mais acesso aos serviços de justiça e em especial ao registro civil da união.

Ainda assim, se comparada com a taxa de nupcialidade da década de 1970, a diferença é gritante. Naquela época, atingiu-se o patamar de 13 casamentos por mil habitantes, quase o dobro de hoje. 

Posição UF Casamentos Taxa de nupcialidade (por mil habitantes)
1 Rondônia 12.723 10,3
2 Espírito Santo 25.242 8,7
3 Distrito Federal 18.293 8,7
4 Goiás 41.500 8,6
5 São Paulo 271.290 8
6 Ceará 49.915 7,9
7 Mato Grosso do Sul 14.157 7,5
8 Minas Gerais 116.184 7,4
9 Roraima 2.302 7,3
10 Paraíba 20.525 7,2
11 Alagoas 16.519 7,2
12 Tocantins 7.247 7
13 Pernambuco 46.827 7
14 Paraná 59.073 7
15 Rio de Janeiro 87.424 6,8
16 Acre 3.295 6,6
17 Amazonas 16.191 6,5
18 Rio Grande do Norte 15.782 6,4
19 Mato Grosso 14.278 6,2
20 Santa Catarina 30.373 5,9
21 Pará 30.000 5,6
22 Piauí 12.014 5,3
23 Sergipe 7.955 5,1
24 Bahia 55.954 5,1
25 Amapá 2.318 5
26 Maranhão 22.535 5
27 Rio Grande do Sul 40.557 4,6
  Brasil 1.040.473 6,9

Mais tarde

Os dados mostram ainda que as mulheres estão casando cada vez mais tarde. Embora a maior taxa de nupcialidade para elas ainda esteja no grupo de 20 a 24 anos (30 casamentos a cada mil habitantes), nos últimos 10 anos a taxa de uniões entre 25 e 29 anos saltou de 21,2‰ para 29,0‰.

Mesmo assim, os casamentos em que os homens são mais velhos ainda predominam: a cada 10 casamentos, em 7,6 o homem é mais velho. Mas a mudança está em curso: entre 2002 e 2012, a proporção de casamentos em que a mulher é mais velha que o homem passou de 20,7% para 24%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.