Brasil

Polícia Federal desbarata rede internacional de tráfico de drogas

Após um ano de investigações foram apreendidas quatro toneladas de cocaína em portos de Brasil, Bélgica, Itália e Espanha

Rede de tráfico de drogas enviava a cocaína para a Europa dentro de contêineres em navios cargueiros (Vagner Rosário/VEJA)

Rede de tráfico de drogas enviava a cocaína para a Europa dentro de contêineres em navios cargueiros (Vagner Rosário/VEJA)

A

AFP

Publicado em 9 de julho de 2018 às 20h46.

A Polícia Federal desbaratou nesta segunda-feira (09) uma rede internacional de tráfico de drogas, ao final de mais de um ano de investigações que permitiram apreender quatro toneladas de cocaína em portos de Brasil, Bélgica, Itália e Espanha.

Como parte da operação "Antigoon", cerca de 100 agentes realizaram 21 batidas e 15 detenções nos Estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo, revela um comunicado da PF.

A investigação determinou que a rede de tráfico de drogas enviava a cocaína para a Europa dentro de contêineres em navios cargueiros.

Durante a investigação foram apreendidas quatro toneladas de cocaína em diversos portos da costa brasileira, de Suape (Pernambuco) até Santos, passando por Salvador, Vitória e Rio de Janeiro, e na Antuérpia (Bélgica), Gioia Tauro (Itália) e Valencia (Espanha).

Em junho passado, as autoridades brasileiras apreenderam em Santos mais de 800 quilos de cocaína escondidos entre sacos de amendoim e sucos em dois navios que deveriam zarpar para Holanda e Bélgica.

Em março já haviam encontrado duas toneladas da mesma droga.

Acompanhe tudo sobre:BélgicaBrasilCocaínaDrogasEuropaItáliaPolícia FederalTráfico de drogas

Mais de Brasil

Governo cria sistema de emissão de carteira nacional da pessoa com TEA

Governo de SP usará drones para estimar número de morte de peixes após contaminação de rios

8/1: Dobra número de investigados por atos golpistas que pediram refúgio na Argentina, estima PF

PEC que anistia partidos só deve ser votada em agosto no Senado

Mais na Exame