Lula se encontra com Fiesp para debater propostas ao setor empresarial

Lula já vem trabalhando em uma agenda de reuniões com empresários e entidades setoriais, para tentar desfazer o mal-humor com governos petistas
Lula: ex-presidente tem agenda com setor empresarial. (NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)
Lula: ex-presidente tem agenda com setor empresarial. (NELSON ALMEIDA/AFP/Getty Images)
D
Da redação, com agênciasPublicado em 09/08/2022 às 06:00.

A campanha do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) faz, nesta semana, uma nova rodada de diálogo com o empresariado. A agenda começa nesta terça-feira, 9, com um debate na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) na terça-feira, 9, na sede da entidade, na Avenida Paulista em São Paulo, a partir das 9h30. Participam também representantes do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp).

Na quarta-feira 10, ele vai a um encontro com representantes do setor de varejo. O petista terá reunião com integrantes do Instituto para Desenvolvimento do Varejo (IDV) em São Paulo. Luiza Trajano (Magazine Luiza) e Flávio Rocha (Riachuelo) estão entre os conselheiros do IDV.

Adversário de Lula na disputa deste ano, o presidente Jair Bolsonaro (PL) tenta abrir canal com o setor financeiro. Ele teve um almoço na Federação Brasileira de Bancos (Febraban) na segunda-feira, 8. Lula também foi convidado pela entidade. A data do encontro de Lula com os banqueiros ainda não foi marcada.

LEIA TAMBÉM: Bolsonaro pede a banqueiros menores juros em consignado de beneficiários do BPC

Lula já vinha trabalhando em uma agenda de reuniões com empresários e entidades setoriais, para tentar desfazer o mal-humor com governos petistas. Nos encontros, ele costuma dizer que, se eleito, fará um governo previsível e com compromisso fiscal.

A campanha petista trabalha neste momento com uma agenda de eventos focada na região Sudeste. Lula deve participar de um ato no Universidade de São Paulo (USP) no dia 15 e planeja ainda eventos na capital paulista e na região do ABC no dia 16, data do lançamento oficial da campanha eleitoral. Dois dias depois, estará em Minas Gerais. E, no dia 20, fará mais um evento em São Paulo.

(Com Estadão Conteúdo)

LEIA TAMBÉM