A página inicial está de cara nova Experimentar close button

Governo do RS apresenta plano que prevê extinção de 11 órgãos

O plano prevê a extinção de nove fundações, uma companhia e uma autarquia estaduais, e a diminuição das secretarias, de 20 para 16

Porto Alegre - O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori (PMDB), apresentou nesta segunda-feira, 21, uma série de medidas para conter a crise financeira do Estado.

O plano prevê a extinção de nove fundações, uma companhia e uma autarquia estaduais, e a diminuição das secretarias, de 20 para 16.

O pacote será encaminhado à Assembleia Legislativa do RS para ser votado. A estimativa de demissão é de 1.100 a 1.200 funcionários. O anúncio foi feito no Palácio Piratini, sede do Executivo gaúcho, no centro de Porto Alegre.

A apresentação estava marcada para esta terça-feira, 22, mas foi antecipada, conforme o governo, em razão da reunião de governadores convocada pelo presidente Michel Temer, em Brasília.

Críticos avaliam, no entanto, que a antecipação se deu para pegar os sindicatos e servidores desorganizados para protestos.

"Trago medidas duras, mas que desenham um novo Estado e novo futuro com mais qualidade de vida apoiado no empreendedorismo, na sustentabilidade e na justiça social. Um Estado mais moderno que sirva às pessoas e promova o desenvolvimento", afirmou Sartori em sua apresentação.

Conforme o governo, se aprovado, o pacote pode gerar uma economia de R$ 146,9 milhões aos cofres gaúchos.

Serão extintas a Cientec (Fundação de Ciência e Tecnologia), a FCP-TVE (Fundação Cultural Piratini), a FDRH (Fundação para o Desenvolvimento de Recursos Humanos), a FEE (Fundação de Economia e Estatística), a Fepagro (Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária), a FEPPS (Fundação Estadual de Produção e Pesquisa em Saúde), a FIGTF (Fundação Instituto Gaúcho de Tradição e Folclore), a FZB (Fundação de Zoobotânica) e a Metroplan (Fundação Estadual de Planejamento Metropolitano e Regionalização Administrativa e dos Recursos Humanos).

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também