Brasil tem 21 universidades em ranking de mil melhores do mundo; confira a lista

Lista é divulgada anualmente; USP consta como a mais bem avaliada da América Latina
Ao todo, 2.500 universidades foram avaliadas na edição deste ano do ranking (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
Ao todo, 2.500 universidades foram avaliadas na edição deste ano do ranking (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
A
Agência O GloboPublicado em 15/08/2022 às 10:13.

Ao todo, 21 universidades brasileiras aparecem na lista do Ranking de Xangai, divulgado nesta segunda-feira, que elenca as mil melhores instituições de ensino superior do mundo. A lista é encabeçada pela Universidade de São Paulo, que aparece como a melhor da América Latina. UFRJ, UFMG e Unicamp também aparecem no ranking.

Ao todo, 2.500 universidades foram avaliadas na edição deste ano do ranking. A partir do número 100, quando os instituições brasileiras começam a aparecer, o ranking deixa de definir uma posição específica para as universidades e passa a apontar apenas o bloco no qual elas se encaixam.

A USP, por exemplo, consta entre as 101 e 150 melhores universidades. Em seguida, vem a Unicamp, UFMG, UFRJ, UFRGS, Unesp, UFPR, UFSCar, Unifesp, Universidade Federal de Viçosa, UFSC, UFF, UNB, UFC, UFPE, UFSM, UFPel, UFBA, UFG, UFRN e UFMS.

O ranking é realizado desde 2013 por uma instituição independente, a Shanghai Ranking Consultancy. A avaliação é feita a partir de seis critérios, como o número de prêmios Nobels e Fields entre os graduados e professores das instituições. Outro critério utilizado é o número de artigos publicados em periódicos de ponta, como a revista Science e a Nature.

Americanas lideram

Pelo vigésimo ano consecutivo, a universidade americana de Harvard consta como a primeira colocada no ranking. Em segundo e terceiro lugar, ficam Stanford e Massachusetts Institute of Technology (MIT). Entre os 10 primeiros colocados, apenas duas instituições não são americanas: Cambridge e Oxford, ambas centenárias universidades britânicas.

A predominância de universidades americanas segue até a posição número 16, quando aparece a francesa, Universidade Paris-Saclay. Ao todo 39 das 100 melhores universidades são americanas. Entre as restantes, 14 são da Ásia e outras 32 da Europa.

Veja também: 

Pesquisa eleitoral: Lula sobe 4 pontos e tem 45% contra 34% de Bolsonaro, diz BTG/FSB

Eleições 2022: acaba nesta segunda o prazo para registro de candidaturas