“Ataques terroristas serão responsabilizados”, diz Alexandre de Moraes sobre invasão em Brasília

Ministro do STF reage após bolsonaristas invadirem prédios do STF, Congresso e Planalto

Alexandre de Moraes, do STF, condena atos antidemocráticos em Brasília (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Alexandre de Moraes, do STF, condena atos antidemocráticos em Brasília (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

BQ

Beatriz Quesada

Publicado em 8 de janeiro de 2023 às 19h35.

Última atualização em 8 de janeiro de 2023 às 21h44.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, afirmou na noite deste domingo, 8, que os bolsonaristas responsáveis pelos “ataques terroristas à democracia” que ocorreram hoje irão responder na Justiça por seus atos.

Moraes disse ainda que “financiadores, instigadores, anteriores e atuais agentes públicos” que têm participação nos atos antidemocráticos também serão responsabilizados.

A declaração vem em resposta à invasão do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) por bolsonaristas neste domingo.

Mais cedo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) também prometeu responsabilização dos invasores, que chamou de “vândalos” e “fascistas”.

“[Serão] punidos de forma exemplar, de forma a que ninguém nunca mais ouse fazer o que fizeram hoje se fingindo de nacionalistas, de brasileiros”, disse.

O presidente disse ainda que o governo se empenhará em encontrar os financiadores dos invasores, que providenciaram os ônibus de deslocamento além de estadia e comida. Lula afirmou que haverá punição também dentro do governo caso seja constatada omissão.

LEIA TAMBÉM

Mais de Brasil

Risco fiscal está 'drenando oportunidades' do Brasil, diz Tarcísio

Fluxo de passageiros para o exterior cresce pelo 24º mês seguido mostra Anac

Brasil bate recorde de conflitos no campo em 2023; indígenas são as maiores vítimas

Ruralistas veem chance de avanço na pauta anti-invasão com imbróglio entre Lira e governo Lula

Mais na Exame