Associação protestará contra venda de áreas de institutos

Projeto de lei de Geraldo Alckmin autoriza a venda de áreas públicas de institutos de pesquisa para a iniciativa privada.

Ribeirão Preto - A Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC) fará um protesto nesta terça-feira, 21, às 11 horas, na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, capital paulista, contra o Projeto de Lei 328/2016, encaminhado pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), que autoriza a venda de áreas públicas de institutos de pesquisa para a iniciativa privada.

A tramitação do projeto para a venda de 16 áreas de pesquisa agrícola no Estado foi suspensa no início do mês pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ), que concedeu liminar ao deputado Carlos Neder (PT).

O deputado e a APqC justificaram que o projeto, encaminhado em regime de urgência, é inconstitucional e nem sequer passou por audiências públicas.

"Apesar da liminar expedida pelo Tribunal de Justiça de São Paulo, que veta provisoriamente a venda dos terrenos onde ficam os Institutos, a luta pela permanência deles continua", justificou a APqC.

São esperadas 500 pessoas no protesto desta terça-feira, que cobrará ainda a revitalização e aumento de recursos aos institutos de pesquisa e reposição dos quadros funcionais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.