Acompanhe:

Windows 8 precisa de melhorias, diz cofundador da Microsoft

Paul Allen declarou que alguns elementos do novo sistema operacional Windows 8 podem induzir à confusão dos usuários

Modo escuro

Continua após a publicidade

	Paul Allen, cofundador da Microsoft: “Windows 8 irá exigir certo período de ajustes antes dos usuários se tornarem familiares e confortáveis com este novo sistema bimodal”
 (Getty Images)

Paul Allen, cofundador da Microsoft: “Windows 8 irá exigir certo período de ajustes antes dos usuários se tornarem familiares e confortáveis com este novo sistema bimodal” (Getty Images)

M
Monica Campi

Publicado em 3 de outubro de 2012 às, 12h39.

São Paulo – O cofundador da Microsoft, Paul Allen, declarou que alguns elementos do novo sistema operacional Windows 8 podem induzir à confusão dos usuários.

No entanto, Allen afirmou estar animado e impressionado pelo novo sistema de modo geral. O cofundador vem utilizando uma versão prévia do Windows 8 há diversos meses.

“O Windows 8 irá exigir certo período de ajustes antes dos usuários se tornarem familiares e confortáveis com este novo sistema bimodal”, afirmou Allen em sua página pessoal.

O executivo afirmou utilizar o Windows 8 em um computador e em um tablet. No entanto, Allen considerou o sistema bimodal confuso e diz ter encontrado dificuldade em definir qual modo utilizar quando abrir uma aplicação ou arquivo.

“A experiência de uso do bimodal pode levar à confusão, especialmente quando duas versões do mesmo aplicativo, como o Internet Explorer, podem ser abertas e rodadas simultaneamente. Além disso, arquivos também podem ser abertos nos dois modos disponíveis”, destacou.

Allen cita um exemplo de quando abriu um anexo PDF no Outlook a partir do computador. O Windows abriu o arquivo pelo Microsoft Reader, uma aplicação que é mais bem utilizada em tablets, sendo necessária a troca manual para o modo desktop.

Porém, Allen destaca que ficou impressionado com a ideia por traz do uso bimodal do sistema.

“Apesar dos pequenos problemas, estou impressionado com esta brilhante integração de interface bimodal que suporta simultaneamente o uso em desktop e tablet do mesmo sistema operacional”, afirmou.

“Achei a navegação por gestos no tablet bastante satisfatória e sensível. E de forma geral, achei o Windows 8 um sistema mais leve e ágil que o Windows 7”, concluiu.

A próxima geração do Windows será lançada no dia 25 de outubro pela Microsoft e representa a primeira grande revolução da plataforma após 20 anos de seu lançamento.

Últimas Notícias

Ver mais
Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som
Casual

Além de óculos e relógios: Chilli Beans abre o leque e aposta em bebidas e caixas de som

Há 10 horas

Microsoft anuncia mais um avanço na computação quântica e aproxima tecnologia do 'mundo real'
Tecnologia

Microsoft anuncia mais um avanço na computação quântica e aproxima tecnologia do 'mundo real'

Há 20 horas

Entenda por que Bill Ackman investe no Google (e não na Nvidia)
seloMercados

Entenda por que Bill Ackman investe no Google (e não na Nvidia)

Há 2 dias

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento
Exame IN

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais