Tecnologia

Vídeos ridicularizam app de mapas do iOS 6

As muitas falhas do novo aplicativo de mapas da Apple, incluído no iOS 6, são um prato cheio para os piadistas na internet

O novo aplicativo Mapas é parte do iOS 6, nova versão do sistema operacional móvel da Apple que estreou junto com o iPhone 5 (Apple / Reprodução)

O novo aplicativo Mapas é parte do iOS 6, nova versão do sistema operacional móvel da Apple que estreou junto com o iPhone 5 (Apple / Reprodução)

Maurício Grego

Maurício Grego

Publicado em 24 de setembro de 2012 às 12h37.

São Paulo — O Google e seus parceiros devem estar rindo da Apple. A troca do antigo aplicativo de mapas do iPhone, que usava mapas do Google, por um novo, com mapas que a Apple licenciou da TomTom, foi um desastre. O novo app é parte do iOS 6, nova versão do sistema operacional móvel da Apple que estreou com o iPhone 5.

Segundo a Apple, o iOS 6 já foi instalado em 100 milhões de dispositivos móveis. Mas o novo app Mapas exibe imagens distorcidas e nomes de lugares trocados. E os piadistas da internet não perderam tempo ao explorar o vexame em vídeos humorísticos. Vejamos dois deles.

O primeiro vídeo leva a assinatura do blogueiro Tom Scott. Nele, um certo Jackson Seepage (Jackson veja a página em inglês), descrito como líder do grupo responsável pelos mapas da Apple, explica que o aplicativo está certo. Os usuários é que não entenderam seus recursos incrivelmente avançados. Esses recursos seriam possíveis graças ao novo processador quântico Q6.

Ele permite que o aplicativo exiba informações, imagens e mapas de universos paralelos. Assim, quando o Mapas indicar uma cidade num lugar onde só se vê uma plantação de trigo, não se engane. A cidade está lá. Ela faz parte de um universo paralelo que só a turma da maçã consegue enxergar. Seepage diz que a Apple vai liberar uma atualização, o iOS 6.1, que vai possibilitar, ao usuário, travar os recursos quânticos. Confira o vídeo (em inglês) a seguir.

https://youtube.com/watch?v=ZDnFNUqf3hg%3Frel%3D0


O segundo vídeo brinca com a conhecida cena do filme A Queda – As Últimas Horas de Hitler, de 2004. Por cima da fala em alemão, algum fã do Android colocou legendas em inglês contando o que realmente teria levado o exército de Hitler à derrota no final da Segunda Guerra Mundial.

Segundo o vídeo, um general teve a infeliz ideia de distribuir o iPhone 5 aos soldados e ninguém mais encontrou o caminho no campo de batalha. O próprio Hitler pesquisou algumas cidades alemãs no smartphone e verificou que, para a Apple, elas ficavam na África. Berlim era chamada de Burger Linen e sua casa aparecia, nos mapas, como um chafariz na Áustria.

O Führer ainda tenta remediar a situação ordenando um downgrade para o iOS 5 e a instalação do Google Maps. Mas isso não é possível porque o exército alemão não tem nenhum adaptador para o novo conector de dados Lightning do iPhone 5. Além disso, o novo app do Google Maps ainda não foi aprovado. Veja o vídeo a seguir. 

https://youtube.com/watch?v=GkDz4wMI9J8%3Frel%3D0

Acompanhe tudo sobre:AppleCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaiOSiPhoneiPhone 5LocalizaçãoMapasSmartphonesTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

Motorola Moto G24 vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy A54 é bom? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy M35 vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Samsung Galaxy S23 FE vale a pena? Veja preço, detalhes e ficha técnica

Mais na Exame